Filipe Ret e Tico Santa Cruz
Reprodução/Instagram
Filipe Ret e Tico Santa Cruz


Tico Santa Cruz  segue atento a tudo e a todos. Um exemplo disso é o posicionamento do  líder dos Detonautas a respeito do caso envolvendo o cantor Filipe Ret,  alvo de uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira (19). O  artista foi detido em um resort de luxo em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio, onde estava hospedado.

Na esteira da repercussão do  encontro do presidente Jair Bolsonaro (PL) com embaixadores, nesta segunda (18), na qual ele acusou fraudes em eleições e criticou os ministros do STF, o  músico escreveu: "Tem vagabundo destruindo o Brasil lá em Brasília, fazendo vergonha internacional, esse não é incomodado".

Print do comentário de Tico Santa Cruz, líder dos Detonautas
Reprodução/Instagram
Print do comentário de Tico Santa Cruz, líder dos Detonautas


Para quem ainda não está por dentro das últimas notícias,  Ret, um dos principais nomes da nova cena do rap brasileiro, passou a ser associado a uma suposta distribuição gratuita de cigarros de maconha em seu aniversário de 37 anos. Chamada de  "open beck", a comemoração aconteceu no último dia 22 e teve a presença de famosos como Ronaldo Fenômeno e os ex-BBBs Jade Picon, Pedro Scooby, Paulo André Camilo e Douglas Silva.

Sobre o ocorrido, a sua assessoria divulgou a seguinte nota à imprensa: "Filipe Ret, que já se declarou usuário, foi conduzido à delegacia e foi lavrado apenas um termo relativo à posse de maconha para uso pessoal. Qualquer alegação diferente desta, se trata de uma afirmação descolada da realidade e única e exclusivamente do interesse de terceiros".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários