Ana Paula Padrão completa 49 anos nesta terça-feira (25) com uma marca consolidada de talento e profissionalismo


Dos 49 anos que Ana Paula Padrão comemora nesta terça-feira (25), 28 ela dedicou ao jornalismo. Começou a carreira na TV Brasília, em 1986, de onde foi para a TV Globo, em 1987 e ficou até 2005. Foi editora-executiva e apresentadora do “Jornal da Globo” logo depois de atuar como correspondente em Londres e Nova York. Também foi apresentadora do “Jornal Nacional”. Exerceu papel fundamental nas coberturas da Guerra do Afeganistão (2000) e dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

Ana Paula Padrão
Divulgação
Ana Paula Padrão

Da Globo passou para o SBT onde estreou em agosto de 2006 como apresentadora do “SBT Brasil”. Deixou a emissora de Silvio Santos em 2009, onde seu último trabalho foi o "SBT Realidade", programa de documentários em que pode exercitar seu talento em descobrir povoados, contar histórias marcantes e mostrar personagens interessantes.

A saída do SBT coincidiu com o afloramento da grande empresária em que Ana Paula Padrão se transformou, paralelamente ao trabalho como jornalista. Ela fundou a Touareg, sua bem-sucedida agência de conteúdo, que tem no portfólio hoje em dia clientes do peso da Bombril, Itaú, Magazine Luiza, Sebrae e Pfizer. Foi também em 2009 que ela foi para a Record, onde ficou até março de 2013 e apresentou o “Jornal da Record”.

Antes de deixar a Record, lançou mais um empreendimento de sucesso, o Tempo de Mulher, um portal que oferece serviços, promove eventos como seminários, e faz pesquisas sobre a mulher de classe média. E ainda merece destaque o projeto Escola de Você, uma plataforma digital com linguagem de TV para aumentar a autoestima das mulheres.

À frente do reality show culinário "Masterchef", na Band, Ana Paula deixou de lado o jornalismo e escolheu apresentar um programa voltado ao entretenimento por puro prazer. O trabalho na TV virou um hobby e se no comando dos telejornais precisava manter a seriedade, agora ela se vê totalmente solta. Tão livre que já chorou por mais de uma vez no palco do programa.

"Muitas vezes, na bancada, virava de costas para não chorar com a matéria. É obvio que chorar na matéria não é uma coisa que se espera de um apresentador de telejornal. Mas ali (no 'MasterChef') o convívio é intenso, você se apega. O programa tem espaço para ser quem você é. Não estou ali representando um personagem. Sou emotiva, choro, me emociono", afirmou ela em entrevista recente ao iG .

Ana Paula ainda não tem projetos novos na Band para depois que o reality show terminar, mas dona do próprio nariz e com toda a credibilidade que conquistou ao longo da carreira, é questão de tempo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.