Aos 50 anos, Lúcia Botelho experimenta um pouco da carreira que já não é novidade na família

Lucia Botelho fotografou para a grife de biquíni 40 Graus em plena Av.Paulista
Monica Casareggio/Divulgação
Lucia Botelho fotografou para a grife de biquíni 40 Graus em plena Av.Paulista
As fotos de Lúcia Botelho foram produzidas pelo produtor de moda Denis Moraes
Monica Casareggio/Divulgação
As fotos de Lúcia Botelho foram produzidas pelo produtor de moda Denis Moraes
Lúcia Botelho
, irmã mais velha de Luiza Brunet , viu sua vida se transformar após a chegada dos 50 anos. Meses após se lançar na carreira de modelo, profissão que já consagrou a irmã e a sobrinha Yasmin , ela agora se prepara para estrear na passarela do samba. Lúcia será destaque do carro abre-alas da Águia de Ouro, em São Paulo.

A modelo explica que prefere nem pensar como vai ser o dia do desfile. “Não fico pensando nisso. Se não, entro em pânico”, brincou. O convite para o carnaval veio após Lúcia aparecer, em setembro, como garota-propaganda da grife de biquíni 40 Graus, que a lançou para o mundo da moda. Ao contrário de Luiza, que brilha como rainha de bateria da Imperatriz Leopoldinense, Lúcia prefere ficar no carro alegórico. “No chão? Não tem sambinha no pé aqui”, disse, rindo. “É a minha estreia. Vou ver se vou gostar ou não. Só depois eu vou decidir se continuarei no carnaval”, avisa.

TROPICÁLIA

O abre-alas da Águia de Ouro, batizado de “Brasil, o País Tropical”, fala sobre a diversidade natural verde e amarela. A escola, que homenageia a Tropicália, vai mostrar que o movimento teve origem nas tribos brasileiras, muito antes de Caetano Veloso e Gilberto Gil . Lúcia Botelho será uma índia. “Ela representa essas tribos tupiniquins, os primeiros tropicalistas. Eles serão influencia de ritmo, de tudo”, explica o carnavalesco Cláudio Cavalcante , o Cebola.

Lúcia, que é casada há 26 anos e mãe de dois filhos adolescentes, ainda se diverte com a proporção que sua carreira tomou. “Estou meio assustada. Nunca pensei em ser modelo antes e não sei onde isso vai dar”, explica. A ideia de virar garota-propaganda veio em uma tarde de conversa em casa, à beira da piscina, e partiu da amiga empresária Carla Braga, dona da grife. “Se surgirem outras propostas, a gente vai estudar”, avisa.

As fotos na Av. Paulista foram feitas às 15h, em um sábado.
Monica Casareggio/Divulgação
As fotos na Av. Paulista foram feitas às 15h, em um sábado. "O povo fazia gracinha, mandava beijo para a Luiza. Foi descontraído", conta Lúcia Botelho
O trabalho, segundo ela, deu uma mudada na rotina da família. “Meus filhos, principalmente minha filha, estão adorando. Até meu marido, que no fundo, no fundo, não gostava da ideia, está me dando o maior apoio. É uma novidade”, revela.

VAIDADE

Claro que ser modelo de biquíni aos 50 anos é algo que a deixa envaidecida. “O peso da idade é um problema. Ninguém gostaria de envelhecer. Mas é legal sentir-se bem na frente do espelho, sem nervosismo”, confessa. E a fórmula para isso, segundo ela, não está nas clínicas de estética. “Não faço nada. Eu caminho, procuro manter uma alimentação legal. Não sou neurótica com isso”, garante. Depois dessa, fica a dica! Confira as fotos que lançaram Lúcia Botelho no mundo da moda:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.