Rafinha Bastos e Fabio Porchat
Reprodução/Instagram
Rafinha Bastos e Fabio Porchat


Mesmo morando em Nova York, Estados Unidos, Rafinha Bastos  segue atento ao que anda sendo noticiado por aqui. Tanto que fez questão de se manifestar sobre as recentes acusações de apologia à pedofilia atribuídas ao longa  "Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola", inspirado no livro homônimo de Danilo Gentili, do qual  Fabio Porchat faz parte do elenco. Nele, o comediante dá vida a um abusador.

"Cancelamos o Fabio Porchat por causa de um personagem em um filme. Nada mais justo. Agora vamos atrás da  Adriana Esteves (Carminha), Gloria Pires (Raquel), Dan Stulbach (Mulheres Apaixonadas) e do Anthony Hopkins (Silêncio dos Inocentes)! Vamos pra cima, pessoal!", publicou o  apresentador, deixando subentendido que temas superpesados são retratados o tempo todo no audiovisual.


Leia Também

O post foi combustível para reações que foram de um extremo a outro. Não à toa,  Rafinha fez um novo desabafo: "Se os caras soubessem como eu cago para quem me xinga, não iam perder tempo digitando ofensa. Achei necessário dizer isso para evitar que as pessoas desperdicem preciosos minutos de suas vidas. Quero um povo produtivo. Quero um Brasil maior".



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários