Danilo Gentili e Mario Frias
Reprodução/Instagram
Danilo Gentili e Mario Frias


Não foi só na entrevista que deu ao programa "Morning Show", da Jovem Pan, nesta terça-feira (15), que  Danilo Gentili falou sobre a polêmica em torno do filme "Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola". Nas redes sociais também!  O audiovisual, que estreou há cinco anos nos cinemas e recentemente no catálogo da Netflix, está sendo acusado de "promover a pedofilia".

A repercussão do assunto foi tamanha que, ao se deparar com a publicação na qual o  secretário especial de Cultura, Mario Frias, faz duras críticas e diz que, "em 2017, três milhões de reais de dinheiro público foram investidos para financiar apologia travestida de humor", o apresentador do SBT não se intimidou: resgatou um vídeo da época em que o parlamentar era ator e integrava o elenco das produções da RecordTV.


Leia Também

Nele,  Frias aparece armado e batendo no rosto de uma mulher. "Que cena horrível que incentiva a agressão. Isso passou em TV aberta? E se uma criança assiste? Nossa! Deveríamos censurar?", questionou o  contratado da emissora de Silvio Santos em tom de ironia. Mas, como era de se esperar, a publicação acabou dividindo opiniões e rendendo diversos comentários. 

Por fim, vale ressaltar que o Ministério da Justiça voltou atrás na decisão de suspender a exibição do longa-metragem, mas determinou que só maiores de dezoito anos podem acessar o conteúdo. O comunicado foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16) e assinado por José Vicente Santini.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários