Natália Deodato, do 'BBB 22', e Thiago Gagliasso
Reprodução/Instagram
Natália Deodato, do 'BBB 22', e Thiago Gagliasso


Ferrenho apoiador da atual gestão do governo, Thiago Gagliasso  não viu com bons olhos o título de uma notícia publicada pelo Blog do Noblat, de Ricardo Noblat, hospedado no site "Metrópoles", que diz: "Suspeita de bolsonarismo, Natália pode ser a primeira a sair", em referência à  modelo mineira, integrante do grupo Pipoca.

"Somos 55 milhões de 'criminosos' agora? Sei que grande parte das pessoas que votam no 'presida' cagam pro 'BBB' e jamais se organizariam para dar essa audiência para a Globo votando etc., mas seria impactante uma candidata 'suspeita de bolsonarismo' ganhar essa caralha", começou dizendo o irmão caçula de Bruno Gagliasso.


Horas depois,  ele retornou às redes sociais para fazer uma nova postagem, com um pouco de sarcasmo e pitadas de ironia: "Quer dizer que uma participante deu uma opinião que não segue a cartilha do politicamente correto dentro da casa e está sendo acusada de ser eleitora de Bolsonaro no 'BBB'? Ué, então, se um deles pegar um pertence por engano de outra pessoa, vai ser acusado de Lulismo?".

Leia Também

Em linhas gerais, o  ator e ex-peão do reality show "A Fazenda 6", da RecordTV, estava aludindo ao fato de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter sido condenado a nove anos e seis meses de prisão na Operação Lava Jato, no caso que envolve um triplex em Guarujá, no litoral paulista. A partir daí, os internautas entraram em ação e interagiram na publicação.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários