Mario Frias e Marieta Severo
Reprodução/Instagram
Mario Frias e Marieta Severo


Marieta Severo, que até o mês passado podia ser vista no elenco de "Um Lugar ao Sol",  postou um dos trechos de sua participação no "Conversa com Bial", na qual relembrou histórias dos 75 anos de vida e 54 de carreira e também citou o momento político conturbado. Na legenda, colocou hashtags mencionando o  veto à Lei Paulo Gustavo, frisando o "fora Bolsonaro'' e demonstrando o desejo de ver Lula presidente de novo.

Quem não gostou de ler que "eles olham a nossa cultura brasileira como inimiga" e "todos são de uma incompetência administrativa assustadora" foi  Mario Frias, que deixou a chefia da pasta para se lançar candidato a deputado federal por São Paulo pelo Partido Liberal, o mesmo do atual chefe do Executivo e de outros nomes da cúpula que também vão concorrer ao ingresso no cargo público em outubro.







Leia Também

Com uma série de posts no Twitter, o ex-galã da novela teenager "Malhação" contra-atacou. "O motivo do choro é sempre o mesmo. Nesses vinte anos, Marieta Severo, a maioria esmagadora dos brasileiros acreditava que os artistas viviam do suor de seus trabalhos, hoje, todos sabem bem como muitos enriqueceram", começou dizendo.

Na sequência, falou sobre as eleições de 2022 e da "possível" candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva. "É fácil querer o Lula de volta, afinal, era muito fácil fazer espetáculos e enriquecer, não precisava nem prestar contas dos gastos. Nós moralizamos a Lei Rouanet, baixamos o teto de aluguel de teatros, que antes era limitado e hoje é 10 mil", afirmou.

Por último, destacou: "Nós não somos inimigos da cultura, vocês é que se acham donos dela. Ela não se limita a vocês! É do povo e para o povo. O que você chama de 'olhar para a cultura como inimigos', eu chamo de zelo e respeito pelo dinheiro público". Até o momento, Marieta não se pronunciou.





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários