Rosana Hermann e Alok
Reprodução/Instagram
Rosana Hermann e Alok


Em março de 2019,  Roberta Miranda povoou os noticiários da mídia especializada em cobrir a vida de celebridades após publicar vídeos da participação de  Alok no "Domingão do Faustão" e mostrar não entender como funciona a profissão de um disc jockey. Foi um auê na época.

Passados exatos três anos, o nome do  artista goiano, que tem quebrado recordes atrás de recordes desde que lançou o hit "Hear Me Now" em parceria com Zeeba, em 2016, continua rendendo posts e análises sobre o que o faz tão diferente na cena eletrônica mundial.


Leia Também

"Expliquem para essa anciã o sucesso de Alok. O que ele tem de excepcional em relação a outros DJs para ser gigante como é. Não conheço o suficiente para analisar, por isso pergunto para compreender", pontuou  Rosana Hermann por meio do Twitter.

Em resposta à escritora, roteirista e ex-apresentadora do "Fala Brasil", da RecordTV, e do "Atualíssima", da Band, usuários do microblog escreveram frases como: "Faz música de sucesso", "bom marketing", "é bonito" e "tem pen drive diferenciado que solta luzes".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários