Lucélia Santos, Zélia Duncan e Marielle Franco
Reprodução/Instagram
Lucélia Santos, Zélia Duncan e Marielle Franco


"Quatro anos sem respostas sobre o criminoso e o mandante." Assim,  Lucélia Santos começou a segunda-feira: protestando e pedindo explicações a respeito do assassinato da vereadora Marielle Franco, do PSOL.  As investigações seguiram diferentes linhas, mas até o momento nenhuma foi adiante.

Com o mesmo propósito que a intérprete de "Escrava Isaura" e "Sinhá Moça",  Zélia Duncan também foi às redes sociais criticar a falta de transparência sobre os obstáculos que impedem a solução do fato. "Até hoje estamos sangrando por sua ausência, sem justiça", escreveu a  cantora e compositora em um dos trechos do post. 


Leia Também

Marielle e o motorista Anderson Gomes foram mortos na noite do dia 14 de março de 2018, no Estácio, na região central do Rio de Janeiro. A parlamentar, eleita a quinta mais votada da cidade em 2016, seguia para casa depois de sair de um evento, quando um carro emparelhou ao seu e um ocupante iniciou os disparos. O homicídio teve repercussão nacional e internacional.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários