Marília Mendonça. imagem do acidente
Instagram
Marília Mendonça. imagem do acidente

A aeronave que transportava a cantora Marília Mendonça caiu pouco depois das 15h, na zona rural de Piedade de Caratinga  (MG), próximo ao acesso da BR 474. O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado por volta das 15h30. A essa altura, imagens do avião já circulavam nas redes sociais. Confirmado o acidente, também foi iniciada uma investigação para entender as causas da tragédia. A queda do avião resultou na morte da cantora e de mais quatro pessoas. Leia abaixo o que já se sabe sobre o acidente:

Aeronave

Marília Mendonça viajava em um avião de pequeno porte, modelo Beech Aircraft . Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião, da PEC Táxi Aéreo, tinha prefixo PT-ONJ, capacidade para seis passageiros, estava em situação regular e tinha autorização para circulação de táxi aéreo.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB), informou que vai investigar a queda do avião que matou a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas. O órgão é responsável por apurar as causas de acidentes envolvendo a aviação civil e militar no Brasil.

Dinâmica do acidente

Ainda não há informações precisas sobre como o acidente aconteceu. Tampouco sobre as causas. O Cenipa ficou encarregado de fazer essa investigação . No entanto, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que o avião atingiu um cabo da rede elétrica.

"A Cemig informa que o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia no município de Caratinga", diz o texto. Pilotos que atuam na região também relataram que vinham tendo dificuldades para pousar no aeroclube de Caratinga.

Trajeto

O bimotor com a cantora decolou do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, no início da tarde desta sexta-feira. O destino era o Aeroporto de Ubaporanga, em Minas Gerais. Após o pouso, Marília Mendonça partiria por terra rumo à cidade de Caratinga (MG), onde faria um show nesta noite. A apresentação estava marcada para o Parque de Exposições da cidade.

Leia Também

Tripulantes e passageiros

Cinco pessoas estavam a bordo da aeronave. Todos os ocupantes do avião morreram no acidente . Além da cantora, também foram confirmadas as mortes de seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, além do piloto e copiloto do avião, Geraldo Martins de Medeiros e Tarciso Pessoa Viana, respectivamente.

Velório e sepultamento

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, informou na noite desta sexta-feira que o velório da cantora Marília Mendonça será no ginásio Goiânia Arena , por volta das 8h de sábado. Ele já havia oferecido o espaço mais cedo. Segundo Caiado, a família concordou com o velório no local.

"Família de Marília Mendonça confirmou velório no Goiânia Arena, amanhã, por volta de 8h da manhã. Goianos vão poder prestar linda homenagem. Peço calma e respeito à sinalização para que todos possam dar o seu adeus. Previsão inicial de até 100 mil pessoas passando pelo local", escreveu Caiado no Twitter.

Confirmação da morte

A assessora de imprensa de Marília Mendonça informou, por volta das 16h30, que a cantora e todos que estavam no avião já teriam sido resgatados e estavam bem. Por volta das 16h50, a assessoria voltou a confirmar a informação ao portal g1.

Por volta das 17h15 a assessora disse que havia perdido o contato com o empresário da cantora e que não podia mais confirmar a informação de que ela estava bem. Às 17h45, a assessora informou em nota oficial que a cantora havia morrido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários