MC Carol de Niterói, funkeira e atriz
Reprodução / Instagram
MC Carol de Niterói, funkeira e atriz

MC Carol não faz cerimônia  ao dizer que "se ama". Mesmo assim, a artista confessa que enfrenta problemas de autoestima durante o cotidiano, isso em relação a padrões de beleza impostos pela sociedade e pelo fato de ser negra.

"Por mais que eu me ame, não há autoestima que aguente você não encontrar uma base no seu tom de pele, uma roupa do seu tamanho numa loja, não se ver na TV e revistas, entre outras coisas no dia a dia que te excluem direta ou indiretamente", desabafa a MC, em postagem em seu perfil no Instagram.

E é nessa levada que a elalança seu novo trabalho "Levanta Mina", que trata de assuntos pessoais vividos por ela, mas também por outras mulheres: "Não é apenas para insipirar outras mulheres. É uma música para me ajudar nos dias difíceis", comenta a artista, que continua:

Você viu?

"Espero que essa música ajude outras mulheres e pessoas em geral a enxergarem que quem precisa mudar é a sociedade e não precisamos alterar nossos corpos para sermos aceitas!".

No vídeo, Mc Carol surge limpando linhas desenhadas no rosto, que fazem menção, por exemplo, a marcas feitas antes de realização de cirurgias plásticas: "Vou mostrar que ser gorda e que ser negra é virtude. Levante sua cabeça, você não pode parar. O que te define é o seu olhar", diz ela, na letra da canção. No registro, aparecem outros personagens que celebram a diversidade.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários