Claudia atua como Martha na novela das 19h
Reprodução/Jefferson Alves 20.06.2022
Claudia atua como Martha na novela das 19h


Atualmente no ar como Martha na novela "Cara e Coragem", da Globo, Claudia Di Moura tem um grande afeto pela personagem escrita por Claudia Souto. A atriz baiana, que já atuou como Zefa em "Segundo Sol" e Dona Maria em "Sob Pressão", sente que a representatividade negra em obras no audiovisual está mudando com o passar dos anos. Ela elogia as personagens, mas nota que existe uma diferença entre elas. 


Na novela anterior e na série médica, Claudia interpreta uma empregada doméstica que se relaciona com o patrão e uma avó que sofre ao ver o neto ser baleado no Rio de Janeiro. Já Martha, na atual novela das 7 da Globo, é uma personagem rica, empresária e que sofre pela morte da filha, Clarice (Taís Araújo).

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Para Claudia, a diferença básica entre Martha e as outras personagens que interpretou "é a liberdade". "Martha vive seus dramas e suas dores, a perda de uma filha, os conflitos com o caçula, mas é uma mulher livre", comenta, em entrevista ao iG Gente.

A atriz entende que Martha tem outro repertório. "Tem outra maneira de se relacionar com as pessoas, sempre altiva, firme, de cabeça erguida. É uma experiência reconfortante, gratificante e inspiradora", analisa.

Claudia também admira a personagem que está interpretando atualmente e lista o que gosta nela. "Seus afetos, mesmo pelos filhos, não a definem nem a aprisionam. Ela pensa, age e sente livremente", elogia e completa: "Isso, além de ser um traço da personalidade, é influência direta de sua posição social, de sua riqueza. Ela é soberana em sua própria vida, sem perder a delicadeza, a elegância e a diplomacia que lhe são naturais". 



Para a artista, interpretar Martha é um desafio instigante, equilibrado. Mas apesar do enredo, mais leve pelo teor da novela das 7, Claudia entende que Martha tem "percalços genuínos" e fala da construção da personagem. "Harmonizar as reações com o alvo geral da novela é um exercício construtivo, conduzido brilhantemente pela direção capitaneada por Natália Grimberg", elogia. 

A atriz também dá uma pequena dica do que o público pode ver de Martha futuramente. "Mais brilho, mais drama e mais poder", lista. Claudia pontua que a personagem foi bem aceita pelos fãs da novela e diz que recebe comentários positivos da personagem na web e nas ruas. "O público quer saber mais da Martha, acredita que eu tenho respostas para os mistérios da trama, principalmente se a morte de Clarice é real ou não", afirma. 

Ela também cita que alguns fãs relembram personagens dela na Globo. "Eles se mostram surpresos com a diferença para Martha. No geral, as pessoas torcem pelo seu relacionamento com Vini e para ela desmascarar o Leonardo e, principalmente, torcem para a Clarice estar viva", comenta. 

Na novela, Martha vive um pequeno dilema após a morte de Clarice (Taís Araújo). A personagem, enquanto quer desfrutar da vida e da riqueza da família, enfrenta o comando da indústria siderúrgica Gusmão. Se estivesse no lugar de Martha, Claudia não gostaria de ter de escolher um ou outro. A atriz gostaria de viver tudo ao mesmo tempo.

"Ser mãe, empresária e amante das boas coisas da vida. Penso que a morte recente da filha esteja fragilizando a Martha, por isso, ter que lidar com essas adversidades, é um dilema para ela", pontua. A atriz acredita que a personagem tem "a força necessária para superar essas dificuldades e usufruir da vida em sua plenitude". 

Claudia elogia relação com Taís Araújo e Ícaro Silva

Elenco faz parte da família Gusmão, núcleo negro e rico na obra
Reprodução/Globo 16.05.2022
Elenco faz parte da família Gusmão, núcleo negro e rico na obra


Na obra, Claudia é mãe dos personagens de Taís Araújo e Ícaro Silva. A atriz diz que as conversas com os atores foram fundamentais para estruturar a relação familiar dos Gusmão. "Após a morte de Clarice, sua ausência é sentida e determinante para os entreveros de Martha e Leonardo. E o sucesso desse núcleo é consequência também do generoso jogo de cena entre nós três, o que me deixa muito feliz", celebra. 

Na conexão com Leo, personagem de Ícaro, Claudia analisa e pensa que "a relação é conturbada". "É permeada de culpas e mal-entendidos, muito embora o amor seja honesto. Claro que existe a manipulação da vilã Regina por trás disso", analisa, comentando a influência da personagem de Mel Lisboa na trama. 

Claudia não entrega, mas diz que a relação de mãe e filho pode mudar por dois motivos. "O caráter de Leonardo e a memória de Clarice contribuem bastante para toda essa controvérsia familiar. Sem dúvidas, as coisas ainda vão esquentar bastante na vida dessa família", comenta.

Claudia enxerga uma demanda crescente de representatividade negra

Martha em
Reprodução/Globo 19.05.2022
Martha em "Cara e Coragem"


"Cara e Coragem" tem um dos elencos mais diversos atualmente na Globo. Para Claudia, isso é reflexo de uma demanda do público, que pede por maior representatividade negra na TV. 

"É inevitável que haja uma movimentação desse setor para que nós não apenas sejamos incluídos como ouvidos e consultados. Acredito que os resultados desse diálogo ainda podem se avolumar, desde que permaneçamos atentos e atuantes", analisa. 

Entre o cinema e a TV, Claudia sente que há diferenças na produção e na representatividade negra. "O fato de a telenovela ser uma obra aberta permite uma resposta em tempo real dessa representatividade e o impacto desse retorno, cada vez mais veloz, é decisivo", afirma.

Para ela, tanto audiência quanto bilheteria são termômetros. "Para esse desejo de nós pretos nos enxergarmos nessas produções, queremos ser respeitados como consumidores de produtos culturais e também como atores, diretores, roteiristas e produtores", pontua. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários