Tamanho do texto

Emissora tem concorrência na Globo por audiência e talentos. Recém-renovados, Mion e Sabrina não têm o espaço que merecem no canal

A Record TV perdeu em 2018 um de seus maiores investimentos dos últimos anos, o humorista Fábio Porchat. O carioca chegou à emissora fazendo piadas sobre o dinheiro que receberia e o fato de não estar na Rede Globo , e manteve, entre 2016 e 2018, o talk-show “Programa do Porchat”.

Talentos da Record TV são cobiçados pela Globo e emissora tenta blindá-los, mas não sabe como usá-los na programação
Divulgação
Talentos da Record TV são cobiçados pela Globo e emissora tenta blindá-los, mas não sabe como usá-los na programação

A atração, porém, não conseguiu se fixar na programação. Competindo com Danilo Gentili e o “The Noite” do SBT , Porchat viu a audiência baixar a cada edição. Com a esperança de ser o sucessor de Jô Soares, ele ficou engessado pelo serviço a outras atrações da Record TV e a falta de personalidades interessantes.

Leia também: Por que a novela "Jesus" não conseguiu o mesmo sucesso que "Os Dez Mandamentos"?

Somando isso ao desconforto do apresentador diante do posicionamento da emissora durante a eleição, a parceria entre eles se encerrou no fim do ano. Imediatamente, ele começou a receber propostas da Globo e, inclusive, apareceu no “Tá no Ar”.

Mas ele não é o único em quem a Globo estava de olho. Depois de altos e baixos na Record, Marcos Mion se destacou em 2018 como apresentador do reality “A Fazenda” e voltou a atrair olhares. Depois de ver seu programa chegar ao fim, ele ficou meio perdido no canal, mas claramente era o nome adequado para o game-show com celebridades. Por conta disso, a Globo também sondou Mion que só renovou com o canal de Edir Macedo no começo de 2019.

A demora em fechar a renovação (Mion começou a ser sondado em novembro de 2018) mostra que o apresentador não fechou com sua casa logo de cara. A Record, portanto, teve que convencê-lo a ficar. No final de 2017, quando sua atração terminou, Mion estava sem perspectiva por lá e era cotado para assumir atrações digitais que nunca se concretizaram.

Record correndo atrás do prejuízo

Marcos Mion e Sabrina Sato
Divulgação
Marcos Mion e Sabrina Sato

Quem vive situação similar a de Mion hoje é Sabrina Sato . Seu contrato com a Record acabou no final do ano, mesma época em que ela encerrou as gravações do “Programa da Sabrina”, que vem sofrendo com a audiência. Na mesma época ela saiu de licença-maternidade e, quando retornar após o carnaval, não terá atração. Ainda assim, ela renovou por mais três anos e deve ganhar um novo programa.

Leia também: Anúncio publicitário reacende rivalidade entre SBT e Record pela vice-liderança

A Record tem grandes nomes em seu casting, mas acaba não sabendo como aproveitá-los, o que gera essas oportunidades para outras emissoras. Embora Sabrina não tenha tanta audiência, ela tem uma imensa presença on-line e patrocínio de sobra. Em 2018 ela criou uma espécie de reality show no YouTube, mostrando sua rotina de carnaval e depois a preparação para a chegada da filha.

Sem a emissora, ela com certeza não passaria apuros e conseguiria prosperar, fosse na internet ou em outros canais. Agora que conseguiu segurá-la por mais três anos, a emissora vai ter que se dedicar a criar uma atração que se sustente e tenha vida maior que o “Programa da Sabrina”.

No radar do jornalismo

Luiz Bacci assumiu o
Reprodução
Luiz Bacci assumiu o "Cidade Alerta" após a morte de Marcelo Rezende, mas chegou a ser assediado pela Globo

Não é só no entretenimento que a Record é cobiçada pela Globo . Luiz Bacci chegou a “namorar” a concorrente antes de renovar com sua casa. Bacci substituiu Marcelo Rezende depois da morte do jornalista em 2017, e virou um dos maiores nomes da emissora no jornalismo.

Sua renovação se deu na mesma época de Sato e Mion, e com o mesmo tipo de contrato: três anos. Essa movimentação mostra que a Globo segue de olho nas concorrentes e, assim como já fez no passado com nomes como Serginho Groismann, Luciano Huck e Ana Maria Braga.

Bacci está encaminhado com o “Cidade Alerta” e nem se encaixa tanto na programação da Globo , mas tanto Sabrina quanto Mion seriam ótimos na platinada, inclusive no horário da tarde, que hoje é o maior problema em termos de audiência.

Perdida em meio aos talentos

Gugu não emplacou programa e agora está na
Divulgação
Gugu não emplacou programa e agora está na "geladeira"

A Record apostou em grandes nomes nos últimos anos, mas depois de contratações milionárias, parece não saber o que fazer com seus talentos. A cobiça da Globo só interessa aos artistas por que eles não são prestigiados lá.

Rodrigo Faro, rara exceção que deu certo, não está com os dias contados justamente por que mantém a consistência de sua atração e entra na briga por audiência. Sabrina, assim como havia acontecido com Mion e Porchat, sofreu mudança de horário na grade.

Para os artistas, é fácil sentir desconforto com a emissora, visto que esse troca troca passa a impressão de descaso. Ainda no casting e sem muita utilidade estão Gugu Liberato e Xuxa.

Leia também: Record TV aumenta a audiência e ameaça liderança da Globo

De que adianta pagar tanto por alguém e depois relega-lo a um reality de dança com as mesmas subcelebridades que poderiam participar d’A Fazenda? Verdade seja dita, a Globo já fez contratações que acabaram em geladeira, mas a TV está em constante adaptação nos últimos anos por conta da ascensão do streaming e a Record TV tem nomes de grande destaque para mantê-los subutilizados.