Tamanho do texto

Em "O Sétimo Guardião", a prostituta Stefania (Carol Duarte) foi curada de sua gagueira após uma tentativa de estrangulamento, o que gerou polêmica

O capítulo do último sábado (24) da novela "O Sétimo Guardião" contou com uma cena polêmica , que gerou revolta entre os fonoaudiólogos do país. A cena em questão se trata da prostituta Stefania, interpretada por Carol Duarte, sofrendo uma tentativa de estrangulamento por parte de Sampaio (Marcello Novaes). A violência acabou curando Stefania de sua gagueira, algo que gerou repercussão negativa.

Cena de
Reprodução/Globo
Cena de "O Sétimo Guardião" com prostituta sendo curada de sua gagueira por meio de violência gera polêmica

Leia também: "O Sétimo Guardião" tem estreia fraca e não impressiona

Uma vez curada da gagueira, a garota de programa da novela " O Sétimo Guardião " surpreende tanto a cafetina Ondina (Ana Beatriz Nogueira), que chega a dizer "Ficou tão apavorada que ficou boa da gagueira" quanto a si mesma, que se dirigiu ao espelho, onde falou "O rato roeu a roupa do rei de Roma. Eu não errei nenhum erre. Eu tô curada". 

A sequência reverberou nas redes sociais, onde especialistas manifestaram o repúdio em relação ao que foi abordado.

Fonoaudiólogos detonam cena de "O Sétimo Guardião"

A prostituta Stefania (Carol Duarte) em cena da novela
Reprodução/Globo
A prostituta Stefania (Carol Duarte) em cena da novela "O Sétimo Guardião"

Leia também: “O Sétimo Guardião” parece mesmo ter sido escrita por amadores

O Conselho Federal de Fonoaudiologia e o Conselho Regional de Fonoaudiologia de São Paulo, mais conhecido como Crefono2, se manifestaram a respeito da cena. 

De acordo com o que foi apontado pelo Conselho Federal nas redes sociais, a cena foi considerada equivocada e irresponsável pelos fonoaudiólogos: "Apesar de sabermos que a obra é ficcional a cena veiculada é bastante equivocada e desrespeita, de maneira irresponsável os sujeitos que apresentam gagueira", consta na publicação. "Não se cura gagueira com susto ou violência e muito menos com agressão", escreveram.

O Crefono2 também expôs o efeito negativo que pode ser causado pela cena tão polêmica: "O resultado do estrangulamento apresentado pela novela não só atribui um sentido positivo ao crime de agressão, como também reforça fundamentos não científicos e expõe as pessoas com gagueira a graves situações de violência", diz a postagem. "As pessoas com gagueira devem ser tratadas com respeito e não violência".

Leia também: Amor e mistério permeiam “O Sétimo Guardião”, nova novela das 21h da Globo

A Associação Brasileira de Gagueira também manifestou repúdio sobre a cena de " O Sétimo Guardião " nas redes sociais: "Manifestações artísticas devem incitar o acúmulo de conhecimento e aguçar a capacidade de reflexão, não contribuir com a ignorância", manifestaram nas redes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.