Tamanho do texto

Interpretado por Fabricio Boliveira, o personagem vem chamando a atenção pelos inúmeros episódios de humilhação alheia que vem protagonizando

Escrita por João Emanuel Carneiro, a novela da Globo “Segundo Sol” está dando o que falar. Protagonizada por Beto Falcão (Emílio Dantas) e suas confusões amorosas entre Luzia (Giovanna Antonelli) e Karola (Deborah Secco), a atração vem enchendo o horário nobre de momentos polêmicos de repletos de humilhação para seus personagens.

Leia também: "Segundo Sol" e outras novelas com um triângulo amoroso sedutor

Personagens de
Divulgação / Rede Globo
Personagens de "Segundo Sol" vivem momentos intensos na trama

Fora do núcleo principal de “Segundo Sol” , um nome chama mais atenção: Roberval . O ex-motorista, que cresceu orbitando ao redor dos benefícios de uma família rica, realmente tem talento para protagonizar momentos humilhantes e vem se destacando por isso.

Leia também: Luzia vai desconfiar que seu filho está vivo em "Segundo Sol"

Em quatro meses de exibição, o ciclo de humilhações protagonizadas pelo personagem interpretado por Fabrício Boliveira não pôde ser mensurado, porém, pode ser analisado de maneira sucinta.

Roberval e as humilhações

Personagens de
Divulgação / Rede Globo
Personagens de "Segundo Sol" vivem momentos intensos na trama

Umas das primeiras vezes que o personagem roubou a cena na novela das 21h foi quando humilhou a antagonista Laureta. E quem assiste a atração sabe que não seria a última vez!

Interessada na fortuna que Roberval fez ao sair do Brasil, Laureta teve uma noite quente de sexo com o ex-motorista, e agora empresário, para sanar sua necessidade de poder e desejos carnais. No entanto, o tiro saiu pela culatra quando o personagem presenteou a cafetina com uma nota de R$ 10.

“É o que você merece pelo programa que fez, você já tá passada para cobrar cachê. E o serviço que você oferece...tem muito melhor no mercado. Eu tive que fugir do Brasil por sua causa. Agora você vem na minha casa e acha que eu vou cair no seu conto? Eu sou um homem de 300 milhões de dólares, dá linha da minha casa, já estou satisfeito” disse aos berros.

Roberval e o casamento

Personagens de
reprodução / Intagram
Personagens de "Segundo Sol" vivem momentos de intensidade na trama

Engolir sapo, literalmente, não é a maior qualidade de Roberval. O ex-motorista, e agora bem-sucedido homem de negócios, também chamou atenção mais recentemente por humilhar Cacau (Fabiula Nascimento), irmã de Luzia, no dia de seu casamento.

O romance entre os personagens começou nos primeiros meses da trama, onde a menina do interior viveu um triângulo amoroso com o patrão e o empregado. Após retornar ao Brasil, Roberval tentou mais uma vez viver um grande amor com Cacau.

No dia da cerimônia, o personagem se mostrou mais vingativo do que nunca. Isso porque ele descobriu no dia de seu casamento que Cacau o traiu com o seu arquirrival, Edgar (Caco Ciocler).

Contudo, ele aproveitou a festa de casamento como o momento perfeito para humilhar a cozinheira. O grand finale foi quando o padre o questionou se ele aceitava casar com a noiva. Na ocasião, o vilão surpreendeu a todos com um discurso inflamado: "Não! Eu não vou me casar com essa ordinária! Essa vagabunda aqui, pela segunda vez, me traiu! Estava me traindo até hoje cedo! Enquanto eu buscava esse vestido de noiva e essas joias para ela, ela se esfregava com outro! Sua vagabunda! Falsa! Cretina! É isso que você é, Cacau!".

Agenor, o pai retrógrado

Personagens de
Divulgação / Rede Globo
Personagens de "Segundo Sol" vivem momentos de intensidade na trama

Interpretado por Roberto Bonfim, o personagem Agenor é o patriarca de uma família que ele pensava ser tradicional. No entanto, ao descobrir os segredos de seus companheiros de jornada ele protagonizou cenas polêmicas de humilhação que marcaram a novela.

Hoje a policial Maura (Nanda Costa) e sua amada Selma (Carol Fazu) vivem um romance bonito, que se divide entre a formação de uma família e enfrentar os preconceitos estabelecidos pela sociedade. Porém, foi ao sair do armário, que a personagem de Nanda Costa provou da humilhação que o pai era capaz de proporcionar: “Não sou pai de aberração!”, exclamou Agenor sobre a homossexualidade da filha.

Já ao saber que sua outra filha, Rosa (Letícia Colin), é prostituta de luxo, Agenor foi o centro das atenções novamente ao fazer um espetáculo de insultos enquanto expulsava sua primogênita de casa.

“Criei duas safadas em casa sem saber! Que desgosto, uma sapatão e uma prostituta!”, gritou o personagem em meio a solavancos destinados à Rosa: “É isso, minha gente! Essa vagabunda, que já foi minha filha, é mulher da vida!”, completou Agenor diante dos vizinhos.

E não para por aí, mais recentemente, Agenor colocou a cereja no bolo ao humilhar a última integrante de sua família, sua esposa Nice (Kelzy Ecard). Acontece que a matriarca queria trabalhar no restaurante chefiado por Cacau (humilhada por Roberval).

No entanto, o chefe do clã “tradicional” não gostou nada da ideia de ter a mulher trabalhando e começou a oprimir a opinião de sua esposa. Aconselhada por suas filhas, Nice decidiu aceitar o emprego e se tornou a primeira da família a vencer as humilhações de Agenor.

Laureta, a vilã da pesada

Personagens de
Divulgação / Rede Globo
Personagens de "Segundo Sol" vivem momentos intensos na trama

Interpretada por Adriana Esteves e inspirada em Carminha, de “Avenida Brasil”, a antagonista de “Segundo Sol” tem vingança em seu DNA e ira correndo por seu sangue. Dona de uma autoestima inabalável, em quatro meses de exibição, Laureta já humilhou inúmeros personagens como Severo (Odilon Wagner), Galdino (Narcival Rubens), Rosa e até Ícaro (Chay Suede).

O primeiro da fila da humilhação de Laureta foi Severo. O ricaço foi a casa da vilã para tirar satisfações sobre um vídeo de sexo de Edgar - que vazou na internet. Durante a discussão acalorada, muitos palavrões foram ditos, puxões de cabelos foram executados e um show de ironia e deboche foi protagonizado pela personagem.

Apesar de Galdino ser uma das poucas pessoas em que Laureta parece confiar, o ex-torturador sentiu a fúria da cafetina há algum tempo. A vilã fez seu braço direito ajoelhar diante de Karola (Deborah Secco) e pedir perdão por te contado o segredo das duas à Rosa.

Remy, a nova estrela da humilhação

Personagens de
Divulgação / Rede Globo
Personagens de "Segundo Sol" vivem momentos intensos na trama

Ganhando vida por meio do talento de Vladimir Brichta, o personagem vem se destacando em “Segundo Sol” por suas falcatruas bem armadas. Nas últimas semanas, ele vem chantageando e humilhando Karola, oprimindo e também chantageando Luzia e brincando com as armadilhas infames de Laureta.

Quem assiste a novela da Globo sabe que Remy está na posse do passaporte de Luzia e fez a DJ desembolsar R$ 15 mil do bolso em troca do documento e de algumas informações reveladoras. Além disso, o malandro está fazendo da vida de Karola uma montanha-russa usando da intimidade com o irmão para ter relações sexuais com a personagem.

Por fim, recentemente, o também vilão entrou no covil de Laureta na intenção de pedir abrigo. Porém, como toda cobra, ele aproveitou a deixa e tratou de achar algo que incriminasse a cafetina de luxo, e encontrou: uma caderneta com clientes e documentos que provam o envolvimento da personagem com a prostituição de jovens.

Leia também: Leia também: Com a estreia de “Jesus”, Globo esquenta o clima em “Segundo Sol”

A partir daí, Remy, o também vilão de "Segundo Sol" , começou a brincar com os jogos perigosos e ardilosos de Laureta, também a humilhando, a ameaçando e a chantegeando, como faz com Karola e Luzia.