Tamanho do texto

Com jeitão de TV aberta, a série "Yellowstone" tem conquistado cada vez mais audiência, ficando atrás apenas de "The Walking Dead"

Um roteiro forte e boas atuações são alguns dos atrativos para que uma série chame atenção do público e esse é um dos principais atrativos para que "Yellowstone" pudesse ser renovada para sua segunda temporada - com lançamento previsto para 2019. Exibida pelo canal fechado P aramount Network , o drama estrelado por  Kevin Costner ("O Guarda-Costas" ) é sucesso de audiência nos Estados Unidos, perdendo apenas para as as produções da franquia "The Walking Dead"

Leia também: De “Sex and the City” a “Handsmaid’s Tale”: a evolução das mulheres na TV

Kevin Costner (John Dutton) e Luke Grimes (Kayce Dutton),personagens principais da série
Divugação
Kevin Costner (John Dutton) e Luke Grimes (Kayce Dutton),personagens principais da série "Yellowstone"


Alocada em um faroeste moderno,  "Yellowstone", escrita e dirigida por Taylor Sheridan, cineasta conhecido por obras como "A Qualquer Custo" (2017) e "Terra Selvagem" (2017), gira em torno dos conflitos da família Dutton e embates violentos com reservas indígenas e com a fronteira de um parque nacional. Em seu episódio de estreia, no dia  20 de junho, a série marcou 2,8 milhões de espectadores americanos e 4,8 milhões de espectadores na Live +3, somando exibições em DVR em até três dias após a transmissão original. 

Kevin Costner (John Dutton) e Kelly Reilly (Beth Dutton)
Divulgação
Kevin Costner (John Dutton) e Kelly Reilly (Beth Dutton)

Ganhador do Oscar por "Dança com os Lobos" (1990), Costner desempenha o papel do patriarca John Dutton, que precisa conduzir os negócios da família enquanto lida com quatro filhos problemáticos com personalidades completamente diferentes.

Lee (Dave Annable), primogênito e o mais ligado ao pai, não leva jeito para tocar os negócios da família. Já o advogado Jamie (Wes Bentley) é bajulador e tenta impressionar o patriarca da família que não tem confiança nenhuma no filho. Beth (Kelly Reilly), a preferida de John, é a única mulher herdeira da família que não liga nem um pouco para os negócios, só quer saber sexo e muita bebida e por fim o filho caçula Kayce (Luke Grimes), que abandonou o reino do pai para se casar com uma índia e levar uma vida simples. Mesmo sem grandes inovações, a estrutura da série é de fácil assimilação e bem montada, não cansando e sempre deixando com um gostinho de quero mais. 

Leia também: Líder nas bilheterias com Washington e Cruise, cinema de ação vive crepúsculo

Além do roteiro, a locação da série é outro ponto que agrada o público, com um visual de vida no campo, com direito até a rodeio, a segunda temporada da série terá dez episódios e será totalmente filmada nos Estados de Utah e Montana, assim como a primeira. 

Audiência de "Yellowstone" surpreende 

Divulgação
"Yellowstone", nova série da TV fechada americana que está conquistando o público


Tudo isso reflete diretamente na audiência do canal Paramount Network , lançado em janeiro no lugar do antigo canal Spike , que tem registrado excelentes números desde que "Yellowstone" fez a sua estreia. A série superou "American Crime Story: The People vs O.J. Simpson", em 2016, sendo assim a melhor estreia de uma série da TV por assinatura nos Estados Unidos. 

Leia também: “Ozark” e “(Des)encanto” estão entre os destaques da Netfflix em agosto

A produção registrou 4,6 milhões de espectadores em média ao longo de seus três primeiros episódios, ficando atrás apenas dos números de "The Walking Dead", sucesso tanto no país como também mundialmente. 

A crítica não confiou na trama desenvolvida em "Yellowstone" , atingindo apenas 48% de aprovação no site  Rotten Tomatoes , também sendo chamada por um crítico de “Dallas dos pobres”. Mas, nada disso foi o suficiente para que a série pudesse ser cancela. Seu último episódio está sendo programado para ir ao ar no dia 22 e agosto, nos EUA, e partindo assim para o desenvolvimento da segunda temporada. 

    Leia tudo sobre: the walking dead

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.