Tamanho do texto

Sem surpresas, "Deus Salve o Rei" defende maldade de Catarina até o fim e mantém o clichê romântico entre o casal Afonso e Amália

A Globo exibiu nesta segunda-feira (30) o último capítulo da novela "Deus Salve o Rei". Sem conquistar grande audiência e cativar o público ao decorrer dos meses que ficou no ar, a trama foi finalizada sem grandes momentos, apresentando a continuidade do conto amoroso entre Afonso (Rômulo Estrela) e Amália (Marina Ruy Barbosa), mas foi fiel em manter a maldade e ironia de Catarina ( Bruna Marquezine ) até a sua morte, na forca. 

Leia também: Com o fim de "Deus Salve o Rei", listamos quem se deu bem e quem ficou queimado

ARTHUR MENINEA/TV GLOBO
"Deus Salve o Rei" foi fiel e manteve a maldade de Catarina até o fim!


Em sequência do penúltimo capítulo,  "Deus Salve o Rei" exibiu em grande parte do último capítulo o julgamento de Catarina, repleto de cinismo e mentiras por parte da até então herdeira do trono de Artena, fazendo com que Bruna Marquezine ganhasse um destaque maior no fim da trama. 

Tentando se defender de todas as acusações, Catarina se manteve firme e em cima do seu pedestal de arrogância, não demonstrando nenhuma de suas fraquezas. Em complemento, Amália descobriu que era meia irmã da sua inimiga, pois seu pai, Martinho, teve um caso com a bruxa Brice (Bia Arantes), mas nunca soube da existência de sua outra filha. Diana, Rei Afonso, Amália e seu pai adotivo, Rei Otávio (Marco Nanini), foram as testemunhas de acusação, revelando todas as maldades da bela Catarina.  

Catarina, a "princesa" má

O ponto positivo para as cenas entre Catarina e o Rei Augusto ficou por conta da única fragilidade que a personagem demostrava ao lado do pai adotivo. Com experiência, Marco Nanini fez com que o seu personagem conseguisse criar um forte laço maternal com Catarina - mesmo com seu coração frio e soberbo. 

As "emoções" do último capítulo ficou por conta da demonstração do poder sobrenatural na morte da bruxa Brice, que virou pó na frente de todos, além disso, nada mais que figurantes e lágrimas de crocodilho da réu. 

Amália descobre que ela e Catarina são irmãs
Divulgação / Rede Globo
Amália descobre que ela e Catarina são irmãs


Amália e Catarina seguiram inimigas até os últimos segundos. A pebleia, agora meia irmã de sua adversária, demonstrou bondade e benevolência, mas não obteve o sentimento recíproco, o que fez com que "Deus Salve o Rei" preservasse a crueldade de Cat. 

Rei Augusto demonstra todo o seu amor por Catarina até o último capítulo de
Gshow / TV Globo
Rei Augusto demonstra todo o seu amor por Catarina até o último capítulo de "Deus Salve o Rei"

Julgada e condenada a forca, mesmo após o pedido do Rei Augusto para que houvesse compaixão com sua filha, Catarina despreza a todos até o fim, inclusive sua filha, fruto de uma noite com Rei Otávio, mas demostra seu único momento de amor verdadeiro ao lado do Rei: “Pai! Obrigada por tudo!”. 

Leia também: Por que “Deus Salve o Rei” deu errado?

A falha para esse momento ficou com pressa - lembrando que a novela tinha prazo para terminar entre setembro e outubro - em levar a "princesa" a forca, sem mostrar Catarina com barrigão de grávida ou mesmo o parto. 

Clichês e boas surpresas 

A história de Amália e Afonso seguiu como os clássicos amores encantados entre um herdeiro do trono real e uma pebleia. Como o esperado, o casal ficou junto ao fim, se casando em uma cerimônia bela, com emoção - dos personagens -, a ruiva sendo coroada como Rainha de Montemor e a celebração sendo contemplada com a personagem esperando um filho do grande amor. 

Amália e Afonso ficam juntos no último capítulo de
TV Globo
Amália e Afonso ficam juntos no último capítulo de "Deus Salve o Rei"


A boa surpresa da trama ficou com a história de Selena (Marina Moschen), que conseguiu demostrar o empoderamento feminino e chamar atenção por ser uma coadjuvante forte. O desenvolvimento em cima da sua narrativa também revelou o cuidado e talento da atriz, que vem construindo uma boa carreira dentro da emissora. 

Leia também: Alexandre Borges em “Deus Salve o Rei” e outros atores que "salvaram" tramas

Até que enfim chegou o fim 

Rodolfo e Lucrécia ficaram juntos no fim de
Gshow / TV Globo
Rodolfo e Lucrécia ficaram juntos no fim de "Deus Salve o Rei" e tiveram quatro filhos

Rodolfo (Johnny Massaro) e Lucrécia (Tata Werneck) tiveram um fim "engraçadinho", tendo o rei atrapalhado salvando tando a atuação da atriz como a sua personagem. Por fim, os dois se completaram, no humor e no amor. 

Com todas ressalvas, mais negativas do que positiva, "Deus Salve o Rei" foi o exemplo de uma novela que tentou - mas de longe, não conseguiu, se inspirar em obras nórdicas que vinham conquistando o público, se tornando assim uma novela aceitável. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas