Tamanho do texto

Globo exibe nesta segunda-feira (30) o último capítulo de "Deus Salve o Rei"

"Deus Salve o Rei" está chegando ao fim - mais precisamente ao seu último capítulo nesta segunda-feira (30) - cheia de falhas, atuações cansativas, roteiro mediano e com pouquíssimas surpresas. Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa foram escaladas para serem um dos destaques da trama, mas surpreenderam negativamente, fazendo com que esse trabalho fique esquecido em suas biografias. Entretando, há boas surpresas que o iG Gente listou! 

Leia também: Por que “Deus Salve o Rei” deu errado?

Bruna Marquezine (Catarina) e Marina Ruy Barbosa (Amália) foram destaques negativos e cansativos em
Divulgação / Rede Globo
Bruna Marquezine (Catarina) e Marina Ruy Barbosa (Amália) foram destaques negativos e cansativos em "Deus Salve o Rei"


Inimigas em "Deus Salve o Rei" , Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa cansaram o público com atuações engessadas e sem graça. Prevista para acabar entre o fim de setembro e o início de outubro, essa 'corrida contra o tempo' influenciou a história das personagens, que também pareciam estar de saco cheio da guerrinha entre Montemor e Artena. 

No caso da ruiva, que veio de um bom trabalho como protagonista em "Totalmente Demais" (2015) e nas séries "Amorteamo" (2015) e "Justiça" (2016), a novela passou em branco na sua carreira, apresentando a atriz com uma personagem morna e sem graça. Já Bruna Marquezine, teve uma atuação robótica e pouco envolvente. Interpretando a vilã da trama, a morena - mesmo contra a sua vontade - saiu em baixa. 

Leia também: Na reta final, confira o que gostamos e o que não gostamos em "Deus Salve o Rei"

Os medalhões 

Marco Nanini, Alexandre Borges e Caio Blat
Gshow/Divulgação
Marco Nanini, Alexandre Borges e Caio Blat


De início, os atores renomados Marco Nanini e Caio Blat estavam confirmados na trama. Porém, Caio Blat não durou na trama até o fim, com o seu personagem Cássio morrendo para ajudar o seu amigo Afonso (Rômulo Estrela). Tanto Nanini como Blat, foram os medalhões da novela, que tinham um elenco jovem e com algumas estreias. 

Para tentar salvar a história, a Globo escalou os atores Alexandre Borges e Dalton Mello para atuar na novela. Como Rei Otávio, Alexrandre Borges demonstrou que é uma ator experiente e conseguiu dar uma pequena relevância a história da novela. Já Mello, "substituiu" Caio Blat com o personagem Conselheiro Gregório. Sem nenhum destaque, o ator, bem experiente, passou pela trama sem deixar saudades. 

Leia também: Violência e sexo provocam mudança na classificação etária de "Deus Salve o Rei"

Eles chamaram atenção! 

Marina Moschen (Selena), Johnny Massaro (Rodolfo) e Bia Arantes (Brice) surpreenderam com suas atuações
Gshow/Divulgação
Marina Moschen (Selena), Johnny Massaro (Rodolfo) e Bia Arantes (Brice) surpreenderam com suas atuações


As surpresas de "Deus Salve o Rei" ficaram por conta das atuações dos atores Marina Moschen, Johnny Massaro e Bia Arantes. Os três apresentaram personagens cativantes e com histórias supreendentes, que foram muito bem apresentadas pelo talento que eles possuem. 

Com uma personagem feminista, Marina chamou atenção da emissora lá em "Malhação - Seu Lugar no Mundo" (2015), mostrando também seu talento agora na novela. Johnny Massaro, talentoso também no cinema e no teatro, mostrou que consegue sim ser um dos protagonistas em um trabalho grande. Já Bia Arantes interpretou a bruxa Brice, apresentando sua vocação como atriz. 

Ficaram na média 

Monique Alfradique (Glória) e Rômulo Estrela (Afonso) não surpreenderam, mas também não colocaram em cheque a sua atuação em
Gshow/Divulgação
Monique Alfradique (Glória) e Rômulo Estrela (Afonso) não surpreenderam, mas também não colocaram em cheque a sua atuação em "Deus Salve o Rei"


Personagem principal na trama, Rômulo Estrela teve uma atuação simples, sem nada de mais, bem como o seu personagem. Surpreendendo dentro da emissora, o ator tem engatado um trabalho atrás do outro: "Além do Tempo" (2015), "Liberdade, Liberdade" (2016) e "Novo Mundo" (2017). Há que tudo indica, o ator de 34 anos pode ser um dos destaques de alguma novela do horário nobre da emissora. 

Já a última novela de Monique Alfradique na Globo havia sido "A Regra do Jogo" (2015). Retornado agora como Glória, a moça não surpreendeu com suas atuações, mas também não desceu nenhum degrau. 

Os portugueses desceram um degrau

Constantino (José Fidalgo) e Ricardo Pereira (Virgílio) foram personagens que morreram porque perderam espaço na trama
Gshow/Divulgação
Constantino (José Fidalgo) e Ricardo Pereira (Virgílio) foram personagens que morreram porque perderam espaço na trama



José Fidalgo teve um caso de ioio em "Deus Salve o Rei" e na Globo . De início, seu personagem e suas atuações estavam boas mesmo ao lado de Bruna Marquezine, sem comprometer a trama. Mas, aos poucos foi se perdendo até que ninguém mais lembra tanto do ator como do seu personagem. 

O ator português Ricardo Pereira é um dos estrangeiros queridinhos da TV brasileria, mas, tanto sua atuação como o seu personagem tiveram que morrer para trazer alguma "relevância" para a trama. Apaixonado por Amália, o ator tentou se redimir até o fim, ficando na sombra das atuações dos outros personagens. 

Piada sem graça

Tata Werneck fez um humor cansativo e não surpreendeu nem um pouco com a sua personagem Lucrécia
Divulgação / Rede Globo
Tata Werneck fez um humor cansativo e não surpreendeu nem um pouco com a sua personagem Lucrécia


Tata Werneck desceu mais que um degrau e não surpreendeu nem um pouco com sua personagem. Cheia de piadinhas - muitas vezes bem sem graça, a atriz ficou na sua zona de conforto, que é o humor, deixando sua persoangem, Lucrécia, muito maçante. Fazendo par romântico com Rodolfo (Johnny Massaro), em "Deus Salve o Rei" , a princesa de Alcaluz não vai deixar nem um pouco de saudades. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.