A briga virtual envolvendo os irmãos Luccas e Felipe Neto e Antônia Fontenelle foi parar na justiça. Isso após a apresentadora do "Na Lata" ter associado a imagem dos dois ao crime de pedofilia.

Irmãos Neto e Antônia Fontenelle
Reprodução
Irmãos Neto e Antônia Fontenelle


Em publicação no Instagram, Antônia postou um compilado de vídeos de alguns humoristas famosos, entre eles,  Luccas e Felipe Neto. Na legenda, ela questionou: "Podemos chamar esse vídeo de incitação à pedofilia a olhos nus?". E ainda comentou: "Felipe e Luccas Neto, dois irmãos milionários, um deles faz dinheiro com crianças e o outro com adolescentes cujo os pais ignoram o que seus filhos consomem na internet."

Segundo a jornalista Fabia Oliveira, o processo (de número 0021597-77.2020.8.19.0209) foi distribuído na última quarta-feira (17), mas ainda não foi despachado pelo juiz. Sendo assim, Antônia ainda não foi notificada da ação que corre na 7ª Vara Cível da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Felipe e Luccas Neto pedem R$ 100 mil de indenização para cada, além da retirada imediata das publicações de Antônia no Instagram citando os dois, retratação pública da apresentadora e pagamento de honorários advocatícios.

Você viu?

No trecho do vídeo de Luccas Neto que Antônia compartilhou, ele aparece pegando uma garrafa e pergunta: "Por que tem uma garrafa aqui dentro? Eu posso fazer besteirinhas com ela?". Em seguida, ele chupa a parte superior da garrafa e diz: "Meu Deus! É por isso que eu gostei tanto". No processo, a defesa de Luccas explicou que esse trecho do vídeo foi totalmente tirado do contexto: no vídeo na íntegra, o youtuber descobre no freezer uma garrafa cenográfica feita de açúcar. A garrafa é comestível, por isso o autor coloca na boca".

Já no trecho do vídeo de Felipe Neto, ele aparece dizendo: "sou o garanhão dos sonhos. E depois de fazer essa cara, ninguém nunca mais vai sonhar que tá transando comigo. Eu adorei que a menina era tão hater que ela não percebe que me ama. E aí fica 'culpada' porque teve um sonho erótico comigo. Vou mandar desenvolver um plug anal com o meu rosto. Sabe o que é um plug anal? É aquele negócio que você enfia na bunda mas fica um rabinho de raposa pra fora. Vou mandar um que fique com o meu rosto pra fora". A defesa alega que, na época, em 2017, Felipe não produzia conteúdo direcionado ao público infanto-juvenil.

Ainda segundo a jornalista, os advogados garantem que "não passa de um delírio maldoso da própria ré [Antônia], sem qualquer fundamento, tendo em vista que em momento nenhum falou-se de menores de idade!". Mas, em seu Instagram, Antônia postou um longo texto, alegando que não sabia de nada sobre o processo e que foi avisada pela imprensa: "Hoje em dia a gente fica sabendo que está sendo processado pela imprensa. E eu que achei que o trâmite normal seria um oficial de justiça vir na casa entregar a intimação. É O APOCALIPSE".



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários