Tamanho do texto

O comportamento de Tenor Plácido Domingo era considerado inapropriado por algumas pessoas. O incidente teria acontecido há 30 anos

Oito cantoras e uma dançarina acusaram o cantor espanhol Tenor Plácido Domingo de assédio sexual. De acordo com a agência Associated Press, os incidentes aconteceram em companhias de ópera onde o tenor trabalhou na década de 1980.

Leia também: Acusado de assédio e estupro, Harvey Weinstein contrata mulher para defendê-lo

Tenor Plácido Domingo é acusado de assédio sexual por nove mulheres arrow-options
Divulgação/Imdb
Tenor Plácido Domingo é acusado de assédio sexual por nove mulheres

Leia também: Katy Perry é acusada de assédio por ator de Teenage Dream: "Me senti patético"

Outras seis mulheres alegam que Tenor Plácio Domingo as deixou desconfortáveis com propostas de sexo. Ele é casado com a soprano Marta Ornelas desde 1962. Dezenas de pessoas dos bastidores da ópera afirmam terem testemunhado um comportamento inapropriado do cantor com mulheres mais jovens.

Uma delas acusou Domingo de colocar a mão debaixo de sua saia. Outras três afirmam que o tenor forçou beijos em um camarim, num quarto de hotel e durante uma reunião de almoço.

''Uma reunião de almoço não é estranho'', descreveu uma das supostas vítimas. ''Mas alguém tentando segurar a sua mão e colocando a mão em seu joelho é estranho. Ele sempre me tocava de alguma maneira, sempre beijava", conta.

Leia também: Musas falam sobre assédio sofrido nas redes sociais

Tenor alega que relações foram "consensuais"

Tenor Plácido Domingo enxerga acusações como arrow-options
Divulgação/Imdb
Tenor Plácido Domingo enxerga acusações como "problemáticas"

Em comunicado, Domingo declarou que ''as alegações de 30 anos atrás dessas pessoas não nomeadas são extremamente problemáticas e sem sentido". Ele acrescentou ainda ser "doloroso ouvir que incomodei ou deixei alguém desconfortável, independentemente de quando isso aconteceu".

O artista disse que todos seus relacionamentos foram consensuais: "Acredito que todas as minhas interações e relacionamentos foram sempre bem-vindos e consensuais. As pessoas que me conhecem ou que trabalharam comigo sabem que eu não sou alguém que machucaria, ofenderia ou envergonharia alguém de propósito.''

Leia também: Kevin Spacey aparece em público pela primeira vez após denúncias de assédio

''Reconheço que as regras de hoje são completamente diferentes das do passado. Eu sou abençoado e privilegiado por ter uma carreira de mais de 50 anos, e irei me apegar aos padrões mais altos'', afirmou o Tenor Plácido Domingo  , que se apresenta regularmente na Royal Opera House de Londres, na Inglaterra.