Tamanho do texto

Lobão usou o YouTube para falar sobre o golpe de 64 e opinou sobre o caso, o que resultou em muita polêmica entre os internautas nas redes sociais; veja

Na última terça-feira (26), Lobão resolveu atualizar seu canal no YouTube com um tema polêmico: o regime militar brasileiro. Na ocasião o cantor opinou sobre o golpe de 1964, que levou ao regime militar vivido pelo Brasil até os anos 1980.

Leia também: Lobão fala sobre o tempo na cadeia: "virei mascote do Comando Vermelho"

Lobão
Reprodução/ Instagram
Lobão

Já no título do vídeo, Lobão deixou claro sua visão sobre o assunto e definiu escrevendo que "não foi golpe, mas foi uma cagada". 

Leia também: O que os tweets de Lobão dizem sobre o Brasil de 2018?

A opinião do artista atingiu tanto pessoas politicamente à direita, quanto à esquerda, em especial quando ele pediu que a direita fizesse uma "autocrítica severa". Segundo ele,  independente do posicionamento, o erro está em glorificar figuras do passado que tiveram atos escusos, assim viver do passado e deixar o futuro de lado.

"Hoje acho que tem um tema muito pontual, que acho que vai explicar muito bem o que tenho a dizer sobre a direita ser histérica, anacrônica, grotesca... Hoje temos um marco para podermos pensar e refletir palpável, que é o fato de 1964 não ser golpe e etc. Realmente não foi golpe", falou o músico no vídeo do YouTube .

Ele prosseguiu o desabafo declarando: "Eu estive em 1964, eu vivi, lembro perfeitamente de como foi. Sabíamos o que estava acontecendo. O que quero dizer é sobre algo parecido com o que ocorre na esquerda. A esquerda glorifica um monte de facínoras achando que foi para o bem deles. Stalin, Lenin, Fidel Castro, Hugo Chávez. Muito indulgentes e glorificando um monte de açougueiro. Acho que nós temos de perceber que o regime de 1964, se não era totalitário, era autoritário. Isso já é uma merda, ponto".

Apesar de achar que os reflexos do regime militar são sentidos até hoje, o roqueiro também acredita que os militares foram importantes na história do País.

Repercussão do vídeo de Lobão

Ultrapassando 10 mil visualizações, o vídeo do roqueiro está colecionando comentários e dividindo opiniões. "Para com isto. Não fossem os militares você estaria bebendo água suja como em Cuba", reclamou um internauta. "Foi um mal necessário. Havia uma ameaça, se não fosse os militares estaríamos cortando cana em alguma comuna socialista numa hora dessas"., disse outro.

Leia também: Cantor Lobão culpa governo petista pela "decadência" do rock no País

No entanto, a maioria do público concordou com Lobão e deram parabéns pelo vídeo. "Magnífica lucidez em cada palavra. A experiência vale mais que mil suposições. Grato pela elucidação", declarou um internauta.

    Leia tudo sobre: Youtube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.