Tamanho do texto

O ex-casal hollywoodiano estava disputando a guarda dos seis filhos na justiça americana e entraram em um acordo amigável; veja os detalhes

Brad Pitt e Angelina Jolie fizeram um acordo amigável sobre a custódia de seus seis filhos, evitando assim um julgamento público. Separados desde 2016, a disputa para decidir com quem ficariam as crianças já levava alguns meses e ganharam as capas das publicações pelas declarações polêmicas dos dois lados. No entanto, o ex-casal chegou a um acordo. 

Leia também: Angelina Jolie acusa Brad Pitt de não pagar pensão aos filhos após separação

Brad Pitt e Angelina Jolie fazem acordo amigável pela guarda dos filhos
Divulgação
Brad Pitt e Angelina Jolie fazem acordo amigável pela guarda dos filhos


Leia também: Brad Pitt acredita que Angelina Jolie está manipulando a mídia e os filhos

Segundo publicação da  E! News , a advogada de Angelina Jolie disse que a atriz e Brad Pitt fizeram um acordo final sobre a guarda dos filhos do casal Pax, de 14 anos, Zahara, de 13, Shiloh, de 12 e os gêmeos Vivienne e Knox, de 10, há duas semanas. “O acordo, que é baseado nas recomendações de um avaliador de custódia, elimina a necessidade de um processo”, disse.  Em complemento dizendo que o ex-casal e o juíz já assinaram a decisão, mas que os "detalhes são confidenciais para proteger as crianças”, acrescentou. Os dados sobre quem irá ficar com a custódia como também rotina de visitas não foi divulgado. 

De acordo com o Daily Mail , a briga do ex-casal pela guarda dos filhos já custou mais de US$ 5 milhões, o equivalente a cerca de 20 milhões de reais, em despesas judiciais.

Brad Pitt e Angelina Jolie trocam farpas

Angelina Jolie e Brad Pitt anunciaram o fim do casamento em 2016
Reprodução/montagem
Angelina Jolie e Brad Pitt anunciaram o fim do casamento em 2016

O casal que estava junto desde 2005 e se casaram oficialmente em 2014, mas anunciaram a separação dois anos mais tarde, trocaram diversas acusações após o divórcio. Recentemente o astro que está gravando seu novo trabalho, "Era Uma Vez em Hollywood", de Quentim Tarantino, estaria chateado e desaprovando as atitudes da ex-mulher, alegando que Angelina estaria expondo os filhos na mídia como uma forma de manipular o público a seu favor na disputa pela custódia das crianças. 

Leia também: Divórcio entre Angelina Jolie e Brad Pitt já custa cerca de R$ 20 milhões

Já Angelina acusou  Brad Pitt de não pagar o valor definido de pensão para os filhos. “Pitt tem a obrigação de pagar pensão. Desde a separação, ele não pagou uma pensão significativa para os filhos”, segundo documentos obtidos pela NBC News , representado pela advogada da estrela. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.