Tamanho do texto

Depois de ter seus tuítes antigos de teor homofóbicos resgatados, Bruno Gagliasso garante ser uma pessoa melhor, graças a chegada da filha Titi

A edição de agosto da revista GQ Brasil , que chega às bancas na próxima quinta-feira (02), traz como protagonista Bruno Gagliasso, visto ultimamente no alvo ranço . Além de estrelar a capa e o recheio da publicação, o ator também é o editor convidado da revista, trazendo de volta a seção "Diálogos".

Bruno Gagliasso é capa da revista GQ de agosto
Alessandro Boni
Bruno Gagliasso é capa da revista GQ de agosto

A entrevista foi conduzida pelo ator e diretor Wagner Moura, que questionou qual o melhor conselho que Bruno Gagliasso já recebeu.

Leia também: Bruno Gagliasso se desculpa, mas perde patrocínios por conta de tuítes polêmicos

"Lidar com a vida sempre através da verdade; encarar com a verdade qualquer situação que vier; ser de verdade com todas as pessoas; viver a partir do que for verdadeiro. Se eu disse algo no passado que hoje me envergonho, não pretendo lidar com isso apagando o passado, mas lidando com ele hoje e sendo uma pessoa melhor sempre. Só encarando a verdade com a verdade que a gente evolui", respondeu o global.

Depois das polêmicas envolvendo tuítes antigos de teor homofóbicos e misóginos, o ator, que estará na próxima novela de horário nobre na Globo, " O Sétimo Guardião", quis mostrar que consegue olhar para o passado e vislumbrar seus acertos e erros com autocrítica.

"Hoje consigo enxergar as coisas como antes não conseguia. Não me justifico, mas a gente cresce, amadurece, aprende. Não existe perfeição, isso é apenas uma idealização. Vivemos, sim, em uma sociedade machista, racista e hipócrita. Só consegui tomar uma consciência real de tudo isso com a chegada da minha filha (Titi)", observou Bruno.

A polêmica envolvendo Bruno Gagliasso

Bruno Gagliasso é capa da revista GQ de agosto
Alessandro Boni
Bruno Gagliasso é capa da revista GQ de agosto

Mesmo lutando publicamente contra causas sociais como o racismo e homofobia, o ator já demostrou um posicionamento diferente no passado. No começo de julho, assim que os posts polêmicos foram ressuscitados, o nome do ator entrou para o trending topics do Twitter e ele precisou se retratar publicamente.

Leia também: Bruno Gagliasso não está sozinho! Passado que condena famosos nas redes sociais

“Estou aqui em 2018 respondendo com minhas ações e atitudes por quem já fui também em 2009 e mesmo antes disso. De alguma forma todos estamos. Não é passando o pano no preconceito, mas sim passando tudo a limpo, que o mundo vai se tornar um lugar melhor”, escreveu Bruno Gagliasso no Twitter.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.