Duda Beat fala do posicionamento político como artista
Reprodução/Instagram - 20.05.2022
Duda Beat fala do posicionamento político como artista


Lula resgatou o jingle “Lula lá, uma estrela brilha” para a campanha nas eleições presidenciais de 2022. A música, usada originalmente em 1989, tinha Chico Buarque, Beth Carvalho e Gal Costa entre os artistas participantes ao passo que a nova versão traz nomes como Maria Rita, Pabllo Vittar e Duda Beat, esta última que celebra a participação na faixa em entrevista ao iG Gente.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

“Foi muito importante estar nesse jingle, do mesmo jeito que para os artistas que estavam presentes no jingle de 1989. Até hoje tem essa coisa de ter sido uma voz da geração. Eu acredito que participar desse jingle, agora em 2022, também me faz ser parte de uma nova geração, que vai me ter como voz dentro daquele jingle. Também de representatividade, então, foi muito legal participar”, disse.


A cantora conta que o convite para integrar o jingle veio de Janja, que recentemente se casou com Lula em uma cerimônia com a presença da própria artista e outros famosos . “Ela já acompanha meu trabalho há um tempo, falou comigo e rolou esse match. Não tive dúvidas em aceitar porque eu sempre fui uma pessoa que me posicionei politicamente e ao meu candidato nas próximas eleições. Acho que as coisas são muito simples assim. É a minha verdade e é o meu candidato. É o que eu acredito, então não tem porque ter dúvidas”, explica.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Duda também falou da relação com Janja nesta experiência: “A nossa futura primeira dama é um amor, me recebeu super bem, de braços abertos. Foi super carinhosa e amorosa. Então foi um afago no coração, foi muito legal esse dia”. Questionada sobre a importância de artistas se posicionarem politicamente , a cantora acredita que não é “uma obrigação”, mas criou uma relação “horizontal” com os fãs que a permite ter tal postura.


“Não penso que é uma obrigação. Todo artista tem direito de ser livre e fazer o que ele achar que tem que fazer. Falando de mim, eu me posiciono porque, além de ser formada em ciências políticas, penso que todo mundo é um ser político. Acho não, tenho certeza. Todos nós somos seres políticos e eu sou uma pessoa que sou muito honesta com os meus fãs”, analisa.

“Quero que eles me conheçam e me reconheçam de uma forma geral, entendam os meus pensamentos, entendam porque que a minha música é desse jeito, disruptiva em alguns lugares. Então isso também é fazer política. E, para mim, o diálogo com meus fãs é muito aberto. Falo de uma forma muito clara com eles sobre isso. Não tinha porque não me posicionar, né? Mas entendo os artistas que não se posicionam também. Acho que vai da cabeça de cada um e eu respeito”, finaliza Duda Beat.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários