Tamanho do texto

"Bacurau", filme que Kleber dirigiu, estava entre os favoritos para representar o Brasil na maior premiação do cinema mundial

Foi divulgado nesta terça-feira (27) o filme brasileiro que vai representar o Brasil no Oscar 2020 – o mais conhecido prêmio do cinema mundial. “A Vida Invisível”, do cineasta cearense Karim Aïnouz, foi o escolhido e Kleber Mendonça Filho , diretor de “Bacurau”, que era outro forte concorrente, se manifestou no Twitter.

Leia também: Sem unanimidade, "A Vida Invisível" representará o Brasil no Oscar 2020

Kleber Mendonça Filho arrow-options
Reprodução
Kleber Mendonça Filho parabeniza escolha de "A Vida Invisível" para o Oscar


“Karim Aïnouz, diretor de ‘ A Vida Invisível ’, é um grande cineasta brasileiro. Feliz por ele. E fica aqui um abraço pro Rodrigo [Teixeira, produtor do filme] e um beijo para Fernanda Montenegro”, escreveu Kleber Mendonça Filho na rede social.

Leia também: Premiado em Cannes, "Bacurau" será lançado no Brasil em agosto

Leia também: Kleber Mendonça Filho vai disputar Palma de Ouro em Cannes por 'Bacurau'

Além de “ A Vida Invisível ” e “Bacurau”, estevam concorrendo a vaga no Oscar os seguintes filmes: “Los Silencios” (Beatriz Seigner), “Sócrates” (Alex Moratto), “A Última Abolição” (Alice Gomes), “A Voz do Silêncio” (André Ristum), “Bio - Construindo uma Vida” (Carlos Gerbase), “Legalidade” (Zeca Brito), “Humberto Mauro” (André Di Mauro), “Espero tua (Re)volta” (Eliza Capai), “Chorar de Rir” (Toniko Melo) e “Simonal” (Leonardo Domingues).