Tamanho do texto

Segundo jornal americano, Beyoncé, Michelle e Kelly podem voltar aos palcos para comemorar os 20 anos do grupo Destiny's Child

Após assinar um contrato importante com a Disney, Beyoncé pode estar planejando reviver o grande marco de sua carreira: o retorno de Destiny's Child para 2020. De acordo com o  The Sun , a volta do grupo seria para comemorar os 20 anos da última formação, que era composta por Michelle Williams, Kelly Rowland e Queen B.

Leia também: "Eu aceitei o que meu corpo queria ser", diz Beyoncé sobre sua autoaceitação

Beyoncé planeja retorno de Destiny's Child arrow-options
Divulgação/Imdb
Beyoncé planeja retorno de Destiny's Child

Leia também: Beyoncé lança álbum e documentário sobre apresentação no Coachella 2018 

Segundo as informações do tablóide americano, Beyoncé quer que o retorno de Destiny's Child  seja marcado pela gravação de novas músicas, além de uma turnê que passaria pelos Estados Unidos e pela Europa.

"Ela quer desesperadamente as garotas de volta ao seu lado nos estúdios e não consegue pensar em um momento melhor que 2020, quando comemora duas décadas de uma das maiores girlbands do mundo", revelou uma fonte ao jornal.

Ainda de acordo com essa fonte do  The Sun , a ideia surgiu após a  cantora perceber o sucesso do retorno de outra grande girlband: "Ela viu o sucesso da turnê das Spice Girls e quer fazer isso, mas de um jeito muito maior e melhor".

Leia também: Beyoncé prova que é a maior artista viva com “Homecoming”

A fonte ainda contou que as apresentações vão incluir tanto os lançamentos, quanto os hits que dominaram as paradas. Além disso, as conversas sobre o assunto já começaram entre as integrantes: "Bey tem se encontrado com Kelly e Michelle para discutir o que elas podem fazer".

Os rumores do retorno do grupo ficaram ainda maiores após Michelle e Kelly terem feito uma participação especial na apresentação de  Beyoncé no Coachella de 2018, que está no documentário "Homecoming".