As tecnologias de “Black Mirror” encantam e apavoram na mesma medida, ao passo que a série da Netflix mostra os piores cenários e as piores consequências do uso desenfreado de recursos tecnológicos.

Leia também: Um ranking de todos os episódios de “Black Mirror”

logo da serie black mirror mostra um vidro quebrado em forma de um rosto sorridente
Divulgação
"Black Mirror"

Com episódios independentes, “ Black Mirror ” conta uma nova história a cada capítulo, mas isso não significa que eles não tenham conexões entre si. Existem, inclusive, teorias que mostram uma linha do tempo envolvendo os episódios da 1ª a 4ª temporada.

Leia também: Netflix fez de "Black Mirror" seu laboratório pop e transformou série em evento

Teorias a parte, há muitas referências entre um episódio e outro, algumas mais evidentes, outras “escondidas”. Mas é fato que eles se passam no mesmo universo, o que pode ser provado pelo canal de notícias UKN. A emissora aparece constantemente, e muitas vezes é o que conecta episódios, mostrando que algo que aconteceu em um se torna notícia ou tem consequência em outro.

Outro pequeno “easter egg” é o uso recorrente da mesma música. Anyone Who Knows What Love Is (Will Understand) , de Irma Thomas foi lançada em 1964. Ao longo da série, ela foi tocada de diversas formas. A primeira vez que a música aparece é em “Fifteen Million Merits”, segundo episódio da primeira temporada. A faixa é cantada também em “Men Against Fire”, além de “Crocodile” e “The Waldo Moment”.

Leia também: Veja pontos de São Paulo que aparecem na quinta temporada de "Black Mirror"

Mas, além do canal e da música, existem diversas cenas que unem os episódios “ Black Mirror ”. Confira todas as conexões :


    Veja Também

      Mostrar mais