Menos de um ano após a estreia, "Samantha!" volta para uma segunda temporada na Netflix. A série brasileira é uma das principais apostas da plataforma de streaming no mercado nacional e conta a trajetória de uma ex-estrela mirim, interpretada com perspicácia por Emanuelle Araújo, que faz de tudo para reencontrar a fama perdida.

Leia também: Nova série brasileira da Netflix, "Samantha!" satiriza o vale tudo pela fama

Cena da série Samantha!
Divulgação
Emanuelle Araújo em cena de Samantha!, cuja segunda temporada estreia nesta sexta-feira (19) na Netflix

A ideia de radiografar as loucuras e reminiscências deste universo está intrínseca ao projeto, que se destaca pelo humor e pela narrativa que busca, sempre que pode, a sátira. No segundo ano, Samantha está decidida a crescer emocionalmente. Decide ser uma mãe mais dedicada, uma esposa mais compreensiva e uma profissional melhor. 

Acontece que sua relação com a fama continua sendo complexa e desestabilizadora. Uma das tônicas da segunda temporada é justamente a produção de um filme baseado no livro "Samonstra", que observa a protagonista como uma egolátra difícil de lidar. Tico (Rodrigo Pandolfo) é o responsável pelo projeto, que conta com a colaboração de Marcinho (Daniel Furlan), agente de Samantha que precisa recuperar tração nos seus negócios.

Leia também: "Samantha!" é uma série sobre a diferença entre fama e relevância, diz criador

A existência do projeto é um teste para essa fase mais zen da protagonista. O conflito dramático, no entanto, acaba resvalando em questões já tratadas na primeira temporada. A ideia de repetição, portanto, é um elemento que ajuda a tornar o segundo ano ainda mais cansativo do que o primeiro, que já era irregular. 

A despeito dos bons momentos, "Samantha!" frequentemente parece um produto executado de maneira mais rudimentar do que o argumento pede. Talvez pela necessidade de ser tão regional quanto global, talvez pela demanda de se comunicar com diversas faixas-etárias, talvez pela ideia central de ser essencialmente extemporâneo. Fato é que, não raro, a produção desaponta. 

Participações especiais

Série Samantha!
Divulgação
Cena da segunda temporada de Samantha!

Um dos easter eggs que tão bem funcionou na primeira temporada, as participações especiais, está mantido. Além de Gretchen , uma espécie de referência para Samantha, Luciana Gimenez e Nicole Bahls dão as caras logo no primeiro episódio no estilo "piscou, perdeu". 

Leia também: Cinco coisas que aprendemos com Beyoncé em “Homecoming”

No fim das contas, "Samantha!" continua sendo um interessante comentário sobre a cultura de celebridades. Nem sempre acerta no ponto, mas passa longe de ser indigesto.

    Veja Também

      Mostrar mais