Tamanho do texto

O artista segue internado desde o dia 04 de janeiro no hospital Quinta D'Or, na zona norte da capital fluminense. A família segue não autorizando novas informações sobre o seu quadro clínico; veja o que se sabe até o momento

O ex-integrante e fundador do grupo O Rappa, o músico Marcelo Yuka segue internado no hospital Quinta D'Or, zona norte da capital fluminense, no Rio de Janeiro desde o último dia 4 de janeiro. A informação foi confirmada pela assessoria do hospital - que disse que no momento só podem informar que ele continua internado. A divulgação sobre novas informações sobre o estado de saúde do artista para a imprensa não está autorizada pela família. 

Leia também: Marcelo Yuka está internado em estado grave e gera desinformação sobre morte

Família de Marcelo Yuka protege músico do assédio da imprensa e não permite novas informações
Reprodução/Globoplay
Família de Marcelo Yuka protege músico do assédio da imprensa e não permite novas informações


Em contato por telefone com o escritório do empresário de Marcelo Yuka , Geraldinho Magalhães, uma mulher (Amanda, que não quis dizer o seu sobrenome), disse, em pausas após ouvir a voz de um homem (que a reportagem não pôde identificar) que o empresário do artista "não tem informações, não está autorizado a passar informações e que inclusive a família (do Marcelo) pediu para não ser importunada". 

Leia também: "Me precipitei", lamenta produtor que anunciou a morte de Marcelo Yuka na web

No entanto, no dia 05 de janeiro, ao UOL , Geraldinho Magalhães disse já ter ido visitar o músico . "Fui no CTI e o quadro dele se mantém. Ele está inconsciente, mas me pareceu sereno, bem. Mais tardar amanhã devemos ter notícias dos médicos", disse por telefone a reportagem. 

Imprensa peca ao afirmar morte de Marcelo Yuka 

O jornalista Leo Dias, integrante do programa de fofoca "Fofocalizando", no SBT , fez uma série de tweets sobre o quadro clínico do artista no dia 04 de janeiro. Antes, confirmando a morte do cantor e creditando a informação à assessoria do grupo O Rappa   - retirado do ar- e depois afirmando que o mesmo está vivo segundo familiares.

Já o amigo e produfor Marcelo Lobatto, também um dos fundadores do grupo de reggae, compartilhou uma foto no Instagram ao lado do artista se despedindo. "Valeu Yuka! Obrigado por tudo! Sentiremos eternamente a sua falta", por volta das 17h - mas retirou o post do ar por volta das 18h45. Já por volta das 19h10, o produtor compartilhou um pedido de desculpas, dizendo que havia recebido uma ligação de um amigo muito próximo do ex-baterista. 

Marcelo Lobatto e Marcelo Yuka
Reprodução/Instagram
Marcelo Lobatto e Marcelo Yuka


O desencontro de informações gerou confusão nas redes sociais, e muitas pessoas criticaram a postura da imprensa. 

Leia também: Estado clínico de Marcelo Yuka detona confusão e desinformação nas redes sociais

Marcelo Yuka  foi um dos fundadores da banda de reggae e após do grupo F.UR.T.O. Nos anos 2000, ficou paraplégico após um assalto, onde levou oito tiros, ficando impossibilitado de continuar na banda de reggae. No entanto, continuou com projetos no mundo da música, além de ser filiado ao partido político PSOL desde 2010. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas