Tamanho do texto

Estúdio apostou alto na divulgação de “X-men: Fênix Negra”, mas antes disso apresentou material reciclado e valorizou dubladores de “Dragon Ball”

O painel da FOX na CCXP 2018 teve como ápice a participação das estrelas internacionais Sophie Turner e Jessica Chastain no painel de “X-Men: Fênix Negra”, o último da apresentação de duas horas do estúdio no auditório Cinemark. A força de X-men e a participação das atrizes pode até ajudar a dissipar a impressão de que o painel foi pouco satisfatório.

Na CCXP 2018, Fox surge mais tímida e, além de
Reprodução/Instagram
Na CCXP 2018, Fox surge mais tímida e, além de "X-Men", aposta em nova animação de "Dragon Ball"

A começar pelo fato de que o estúdio trouxe para a CCXP 2018 um dos destaques da edição da feira em 2017. “Alita – Anjo de Combate” foi uma das cerejas do bolo da FOX em 2017 que trouxe à feira diretor Robert Rodriguez e o produtor Martin Landau. Como o filme atrasou a pós-produção e foi remanejado para 2019 entrou novamente no line-up para o evento.

Leia também: Atração da CCXP 2018, Tom Welling relembra cena com Christopher Reeve: "Surreal"

Na CCXP 2018, Fox surge mais tímida e, além de
CCXP/ DePaula
Na CCXP 2018, Fox surge mais tímida e, além de "X-Men", aposta em nova animação de "Dragon Ball

Rodriguez apareceu no telão para convidar os fãs para assistir ao filme, que estreia em 14 de fevereiro, e anunciar que seria feito um sorteio para que cinco felizardos pudessem assistir 30 minutos do filme na próxima terça-feira. Sorteio feito e a pouca empolgação surpreendeu a organização e o mediador Érico Borgo, que prontamente chamou uma cena exclusiva para o evento em que o público pode ver o quão letal é Alita. E o visual do filme, que tem a curadoria de James Cameron, é mesmo de babar.

O painel também ofertou teasers de “Era uma Vez um Deadpool”, uma versão para menores de “Deadpool” e o trailer mostra o mercenário tão impagável quanto a versão para maiores. O público também conferiu um preview exclusivo de “O Menino que Queria Ser Rei”, uma nova versão da lenda do Rei Arthur para um público que curte Harry Potter. Mas o material não empolgou.

Já a entrada dos dubladores oficiais de “ Dragon Ball Super: Broly” foi uma loucura. O público fez muito barulho. “Para nós três isso aqui hoje está sendo realmente épico”, comentou Wendell Bezerra, que além de ser a voz oficial do Goku no Brasil é o locutor oficial da Comic Con brasileira desde a primeira edição.

Uma dublagem ao vivo de um trailer exclusivo exibido no auditório Cinemark foi o ponto alto do painel, que se alongou mais do que deveria e provocou estafa no público, que dispersou bastante durante a quase uma hora em que os dubladores ficaram no palco. De toda forma, se em “X-men: Fênix Negra” foi o  momento das meninas brilharem , a galera do “Dragon Ball” foi a materialização do clube do bolinha com suas piadas de duplo sentido.

Leia também: CCXP 2018 ovaciona Mauricio de Sousa e personagem de Santoro em filme é revelado

Influenciado ou não pelo negócio com a Disney, o painel da FOX na CCXP 2018 foi um dos mais tímidos do estúdio na história da feira de cultura pop brasileira. Não há planejamento para além de junho e a reciclagem de “Alita” e “Deadpool”, por mais interessantes que esses produtos sejam, deixa a pulga atrás da orelha do cinéfilo. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.