Tamanho do texto

De acordo com a igreja satanista, a Netflix não tem o direito de usar a imagem satânica em "O Mundo Sombrio de Sabrina"; entenda a polêmica

Desde o último domingo (28), Lucien Graves, líder de uma igreja satanista, tem usado o Twitter para criticar a Netflix . De acordo com ele, a plataforma está fazendo o uso de uma das imagens do seu templo, em  " O Mundo Sombrio de Sabrina ", sem autorização.

Leia também: "O Mundo Sombrio de Sabrina" dá embalagem modernosa à bruxaria e magia

Igreja satanista acusa Netflix de usar imagem sem devida autorização em
Divulgação
Igreja satanista acusa Netflix de usar imagem sem devida autorização em "O Mundo Sombrio de Sabrina"

A imagem em questão é a estátua de Baphomet, uma figura com cabeça de bode venerada pelos frequentadores da igreja satanista , que aparece em várias cenas da escola de magia de Sabrina (Kiernan Shipka).

Leia também: Clássicos do Halloween voltam com nova roupagem em 2018

Segundo Lucien, a estátua que aparece na série tem exatamente o mesmo design daquela que se encontra em seu templo em Detroit, nos EUA. Ele também garante que a seita possui os direitos autorais da imagem, o que pode gerar processo a plataforma de streaming.

"Sim, estamos tomando ações legais contra o roubo da nossa propriedade intelectual, protegida por direitos autorais, pela Netflix e sua série 'O Mundo Sombrio de Sabrina'. Eles não podem se apropriar do nosso design para promover o seu patético pânico satânico", declarou Graves no Twitter.

Igreja satanista afirma que
Reprodução
Igreja satanista afirma que "O Mundo Sombrio de Sabrina" está fazendo uso de imagem de dividade sem autorização e ameça processar a Netflix

Em outro momento, na mesma rede social, ele prosseguiu o desabafo: "Eu estou realmente impressionado com as pessoas me perguntando porque tomaríamos atitudes legais contra a Netflix. Vocês teriam a mesma atitude se uma obra de ficção usasse uma mesquita real como o quartel-general de uma organização terrorista?".

Em entrevista para os sites The Wrap e SFGate , ele disse que, até o momento, apenas pediu para seus advogados enviarem uma carta a plataforma pedindo a remoção das cenas da estátua.

Leia também: Listamos as mais hypadas produções originais da Netflix nos próximos meses

"A série é muito problemática para nós [satanistas], mas mesmo que não fosse, eu me veria na obrigação de tomar atitudes legais contra a Netflix. Nós temos os direitos autorais da estátua. Se não processarmos agora, ficamos fracos e expostos a roubos no futuro", observou o representante da igreja satanista .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.