Tamanho do texto

Frederico Lapenda vai premiar a vencedora pela frase "SLKU: Criando os Heróis do Amanhã" com uma cópia da sua coleção de Romeu & Julieta autografada por Stan Lee

Ela é formada em Jornalismo, cresceu a vida toda lendo histórias em quadrinhos, fã de carteirinha dos X-Men e morre de raiva quando alguém diz que Stan Lee é apenas 'aquele velhinho que aparece nos filmes da Marvel'.

Leia também: Produtor de cinema Frederico Lapenda sorteia livro autografado por Stan Lee

Priscilla Esteves, a vencedora do concurso cultural Stan Lee
Divulgação
Priscilla Esteves, a vencedora do concurso cultural Stan Lee

Moradora de Niterói (RJ), Priscilla Esteves é a grande vencedora do Concurso Cultural Stan Lee promovido pelo cineasta e produtor de cinema Frederico Lapenda junto aos leitores do portal iG .

Leia também: Stan Lee: Entretendo, educando e inspirando há 75 anos

Priscilla levou para casa uma cópia autografada da Graphic Novel ‘Romeu & Julieta’, última grande obra no mundo dos quadrinhos com o carimbo do gênio Stan Lee. E o que é melhor: autografada pelo mestre, responsável por personagens inesquecíveis da Marvel Comics, como Homem-Aranha, X-Men, Hulk, Homem-de-Ferro, Thor e muitos outros.

O produtor de cinema Frederico Lapenda em meio aos personagens da DC Comics
Divulgação
O produtor de cinema Frederico Lapenda em meio aos personagens da DC Comics

O prêmio é uma cortesia de Lapenda, que lidera no Brasil a Stan Lee Kids Universe, nova empreitada criativa de Stan Lee com o produtor Terry Douglas. Para ganhar, Priscilla usou toda a sua criatividade para elaborar uma Tagline para o site da Stan Lee Kids Universe (SLKU) no Brasil.

A frase vencedora, eleita por uma comissão julgadora entre centenas de participantes, foi: "SLKU: Criando os Heróis do Amanhã". A SLKU tem diversos projetos com foco no desenvolvimento da leitura entre as crianças e promoção da educação por meio de jogos interativos.

Leia também: Stan Lee anuncia novo livro em parceria com o encantador de cães Cesar Millan

Priscilla nos contou que desde pequena sempre lia os quadrinhos da Margarida, do Tio Patinhas e principalmente da Turma da Monica. “Mas com 14 anos, comecei a me enturmar com os garotos para pegar emprestadas as revistas de super-heróis. Os primeiros que eu li foram os da DC, como Batman e Super-Homem, mas logo em seguida fui apresentada para um grupo de jovens que, assim como eu, não se encaixava tão bem na sociedade. Aí me apaixonei”. Ela fala sobre os X-Men que, segundo ela, seriam a síntese de como o adolescente se sente, sempre inadequados para um mundo que não os entendem direito.

“Não consigo escolher um herói favorito, por isso talvez o próprio Stan Lee seja meu grande herói, pelo conjunto de sua obra. O mais engraçado é que na faculdade nos fizeram ler Marshall MacLuhan, que criticou os quadrinhos da década de 60 dizendo que quem lia se tornava mais violento. Eu acho o contrário: os quadrinhos nos torna mais sonhadores e eu carrego isso até hoje comigo. Muito disso, graças ao Sr. Stan Lee”.

Priscilla conta que chega a ficar com raiva quando alguém diz que ele é apenas 'aquele velhinho que aparece nos filmes da Marvel'. “Ele é o pai do Homem-Aranha, do Tony Stark, dos X-Men, do Quarteto Fantástico... Vou ser bem sincera. Eu não gostava muito do Hulk, mas quando eu descobri que ele foi inspirado no livro O Médico e o Monstro, passei a gostar ainda mais do seu criador”.

Frederico Lapenda e Stan Lee
Divulgação
Frederico Lapenda e Stan Lee

Para a nossa vencedora, Stan Lee é  máximo! “Ele tem 94 anos e ainda é tão moderno. Por isso pensei na frase vencedora, porque a geração presente já tem muito que agradecer a ele, imagina então as próximas. Eu espero que os filhos dos apaixonados por quadrinhos, como eu, cresçam sabendo que, apesar de não terem superpoderes, irão alcançar grandes coisas, afinal a imaginação não tem limites”.

Um pouco mais sobre Frederico Lapenda

Produtor de cinema brasileiro residente em Hollywood há quase 30 anos, Frederico Lapenda atua há mais de 20 anos no mercado, com trabalhos reconhecidos em variados segmentos da indústria, como cinema, televisão, videogames, esportes e música. Um dos brasileiros que mais produtos assinaram em Hollywood, Lapenda tem em seu portfólio títulos como Fúria, USS Indianapolis, Ataque das Louras, entre outros.

Nicolas Cage, Danny Glover, Michael Madsen e Pamela Anderson são apenas alguns dos grandes nomes da indústria cinematográfica que já trabalharam em seus filmes. Seus projetos já renderam dezenas de prêmios e seu documentário Sequestro ficou entre os elegíveis para o Oscar de 2010. Lapenda é detentor dos direitos da SLKU no Brasil e responsável pelo desenvolvimento do negócio no País.

    Leia tudo sobre: instaig

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.