MC Brisola, Paulo Bronks, de 'Sintonia', e Buzeira
Reprodução/Instagram
MC Brisola, Paulo Bronks, de 'Sintonia', e Buzeira

"Esse ano, como todo mundo viu, perdi tudo. Só não a minha fé. Levaram meus carros, sujaram minha imagem e me tiraram como ladrão. No começo, não entendi o propósito de Deus, mas hoje reconheço que tudo foi com a permissão d'Ele. Apresento para vocês a minha mansão." Essas foram as palavras usadas por Bruno Alexander, o Buzeira, em um vídeo publicado no Instagram.

Para quem não ligou a declaração do MC e influencer aos fatos, explicação rápida: ele estava se referindo à operação Cardano, deflagrada no mês de março, cujo objetivo era apreender veículos, equipamentos e documentos de diversos criadores de conteúdo da área automotiva por suposto envolvimento em esquemas de rifas ilegais. Buzeira, por sua vez, apareceu na lista.

Print do comentário de MC Brisola para Buzeira no Instagram
Reprodução/Instagram
Print do comentário de MC Brisola para Buzeira no Instagram

Paulo Bronks, o Torto, da série "Sintonia", da Netflix, que teve seu contrato encerrado após não cumprir "protocolos de segurança para prevenção da Covid-19",  foi um dos primeiros a comentar a publicação. "O propósito de Deus não falha", escreveu o cantor de hip-hop. Já  MC Brisola, galã no funk e ídolo que ganhou destaque com as músicas "Sai da Bota do Pai" e "Giro Louco", acrescentou: "Que Deus abençoe sempre".

Aliás, em recente entrevista ao site "Terra", Bruno, que fez o curso tecnólogo em Comércio Exterior, disse ter se encontrado na internet. "Há muitas oportunidades no mundo digital. Consegui crescer financeiramente fazendo sorteios. E, a cada rodada, mais pessoas se interessavam. Entreguei todos os prêmios como havia prometido, e isso fez com que confiassem em mim".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários