Fernanda Catania, a Foquinha, e Jair Bolsonaro
Reprodução/Instagram
Fernanda Catania, a Foquinha, e Jair Bolsonaro


Uma das youtubers mais importantes entre as que abordam o dia a dia do entretenimento, Fernanda Catania, também conhecida como Foquinha, recorreu ao Twitter no último sábado (23) para tentar encontrar uma forma eficaz de frear os comerciais que o  partido de Jair Bolsonaro passou a transmitir no YouTube.

"Acabei de saber que entrou propaganda do diabo que não devemos mencionar o nome no meio do meu vídeo e no de outros canais! Que ódio! Não sou eu que escolho e não sei como faz para evitar isso. Tentando descobrir", começou desabafando a jornalista e influenciadora digital para os seus mais de meio milhão de seguidores.


A partir daí, alguns usuários do microblog começaram a publicar prints e até ensinar o passo a passo para ela bloquear o tipo de veiculação citado. "Tutorial de como tirar isso", "obrigado por avisar" e "vai nos três pontinhos e marca 'não ver mais este material'" foram respostas que pipocaram no post.

Para quem ainda não viu, os conteúdos políticos da sigla contam com o jingle "Capitão do Povo", interpretado pela dupla sertaneja Mateus e Cristiano, resgatam imagens do  chefe de Estado na época do Exército e exibem uma legenda que pede para que o espectador não pule a publicidade. "É pelo bem do Brasil", diz o texto. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários