Sarah Oliveira
Reprodução/Instagram
Sarah Oliveira


Em meio aos últimos desdobramentos do  caso envolvendo o especialista em anestesiologia Giovanni Quintella Bezerra, preso após ser flagrado estuprando uma grávida na sala de parto, Sarah Oliveira fez questão de destacar a coragem e a sensibilidade das enfermeiras da unidade hospitalar.

Por meio do Twitter, a apresentadora, que já esteve à frente de projetos na MTV, foi repórter do "Vídeo Show" e hoje pode ser acompanhada pela Rádio Eldorado, com o "Minha Canção", escreveu:  "Elas desconfiaram da quantidade de sedativo que o anestesista dava para as pacientes, elas colocaram o celular em lugar estratégico para gravar e confirmarem o crime, elas denunciaram e elas salvaram as vítimas".


Na sequência, ainda sem acreditar em tudo que ocorreu, fez uma observação e uma série de questionamentos.  "É uma equipe médica, pelo amor de Deus! Cadê os homens prestando atenção nisso também? Protegendo uma mulher que está dando à luz? Quantas vítimas este criminoso deve ter atacado?", protestou Sarah, antes de reafirmar que o registro só foi possível por causa da ação das agentes de saúde. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários