Lucélia Santos e Jair Bolsonaro
Reprodução/Instagram
Lucélia Santos e Jair Bolsonaro


Conhecida especialmente por seu papel na novela "Escrava Isaura", na década de 1970,  Lucélia Santos foi uma das famosas que repercutiram a notícia da detenção do  ex-ministro da Educação Milton Ribeiro pela Polícia Federal nesta quarta-feira (22), em Santos, no litoral sul de São Paulo.  Ele foi alvo da operação "Acesso Pago", que investiga os esquemas de recebimento de propina no MEC.

"Bolsonaro acordou chamuscado. Milton Ribeiro, por quem ele disse que 'botaria a cara no fogo', foi preso agora de manhã por priorizar verbas para municípios indicados" por religiosos ligados ao presidente. "Esse governo é isso: corrupção e descaso com o povo", pontuou a  veterana atriz por meio do Twitter.


Os internautas também expressaram o incômodo nos comentários. "Ê dona Lucélia, até janeiro precisaremos ter mais força", frisou um. "Isso que dá pastores evangélicos se meterem em política", acrescentou outro. Houve até aqueles que preferiram levar na descontração, escrevendo frases como "acordou 'chamuscado' foi ótimo!" e "haja Caladryl para tanta queimadura". 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários