Thiago Gagliasso
Reprodução/Instagram
Thiago Gagliasso


Thiago Gagliasso  não deixou passar despercebida a recém-lançada ação publicitária da Mondelēz Brasil, chamada Oreo Faz de Contos, que está disponível no Globoplay e é baseada na fábula de Prático, Heitor e Cícero, os três porquinhos, personagens criados pelo folclorista e historiador australiano Joseph Jacobs. O tema? Masculinidade tóxica.

Além de demonstrar o seu descontentamento com o projeto, o  ator ressaltou que quem educa é a família e, por isso, a corporação deveria focar única e exclusivamente na venda de seus biscoitos. "Palhaçada do cacet*, quem está de saco cheio dessas marcas com esse marketing caga regra tão babaca de uns tempos pra cá?", questionou no Twitter.


A partir de seu posicionamento,  ele leu de tudo um pouco. "Sua mãe educou tão bem seu irmão, o que deu errado com você?", perguntou o primeiro. "Ficou afetado? Não compra, oras. Segue tua vida e cuida do seu", aconselhou outro. Já o terceiro sugeriu sua candidatura em 2022 junto a Bolsonaro. Por fim, o último usuário fez coro à sua indignação: "Quem lacra, comigo, não lucra".


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários