Guilherme de Pádua assassinou Daniella Perez com 18 punhaladas; 12 perfuraram o coração da atriz
Reprodução
Guilherme de Pádua assassinou Daniella Perez com 18 punhaladas; 12 perfuraram o coração da atriz


O documentário Pacto Brutal, recém-lançado pela HBO Max, colocou o nome de Guilherme de Pádua no centro das discussões virtuais 30 anos após assassinar a atriz Daniella Perez, filha da autora Gloria Perez. O criminoso ficou menos de 7 anos na cadeia e hoje trabalha como pastor em uma igreja em Minas Gerais. Achincalhado por milhares de pessoas, o "religioso" passou a contar com a ajuda de um grupo de evangélicos, que tem feito de tudo para defender a imagem do assassino confesso. Há até quem o compare a Jesus Cristo!


A brutalidade do crime chocou o país em 1992, e todos os detalhes desta história horrorosa foram condensados em cinco episódios na série documental. E o escândalo voltou a ter uma repercussão estrondosa, só que desta vez de maneira virtual, promovido principalmente por jovens que sequer eram nascidos na época do assassinato.

Desde que a série foi lançada, Guilherme de Pádua gravou alguns vídeos em suas redes sociais colocando-se no papel de vítima. Além de tentar descredibilizar o documentário, ainda passou a adotar um discurso vitimista, dizendo que ficou muito abalado com todos os ataques virtuais que passou a receber nos últimos 15 dias.

Mas por incrível que pareça, existem muitas pessoas defendendo o criminoso. Muitas mesmo! A coluna visitou dezenas de perfis que vêm demonstrando apoio ao assassino, e todas as pessoas são declaradamente evangélicas. No meio das defesas, encontramos frases do tipo: "Ele encontrou Jesus" ou "Ele já pagou por seus erros".

Em meio a todo esse discurso vitimista, Guilherme até hoje não pediu desculpas a Gloria Perez por ter assassinado sua filha, que tinha apenas 22 anos e já era apontada como a nova namoradinha do Brasil por conta dos sucessos de seus trabalhos nas novelas. E o povo que o segue na igreja onde trabalha como pastor acredita que ele "mudou para melhor".

"Não é nada fácil voltar à vida normal. Você já pediu perdão a Deus e se arrependeu. Força e fé na sua caminhada", escreveu Alexandre da Silva Lemos. "Deus abençoe você e sua família! Que Ele possa continuar te curando! Porque Ele é poderoso pra completar a boa obra que Ele começou em você", defendeu Priscila Melo.

Naira Rodrigues foi ainda mais longe e comparou o criminoso a Jesus Cristo: "As pessoas nunca vão entender o que é perdão. Vejo ainda aquela multidão crucificando pessoas e isso nunca acabou, quando Jesus foi pra cruz tinha uma multidão de pessoas acusando. Eu ainda acredito em pessoas e na transformação de vidas em Cristo Jesus. Seja forte!"

"Deus te justifica diante seus acusadores, você é a pessoa mais justa, sensata, honesta, cheia de amor e piedade que já conheci", declarou Maury Faria. "Parem de julgar! Em nenhum momento ele quer se esquivar do que fez, mas ele já pagou! A vida transformada é o reflexo de Deus na vida de uma pessoa. Deus seja louvado pela sua vida, Guilherme!", defendeu Maristela Magno.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários