Tamanho do texto

Cantores da banda Diboa serão indenizados em R$ 50 mil cada; problemas com Xand Avião e a empresa do músico perduram há anos

O cantor Xand Avião, que por mais de 15 anos esteve ao lado da vocalista Solange Almeida, à frente da banda Aviões do Forró, viu a empresa Aviões Gravações e Edições Musicais LTDA, na qual é sócio, ser condenada por violação de direitos autorais. A briga judicial teve início em 2014, quando os irmãos Arley e Allan Souza, vocalistas da banda Diboa, compuseram a música Pra Lavar , que não muito tempo depois de criada, virou hit.

Leia também: Forró na mira: Aviões do Forró e bandas são investigadas por sonegar impostos

Xand Avião arrow-options
Divulgação
Xand Avião

Na ocasião, os artistas tomaram conhecimento que Xand Avião e a banda Aviões do Forró vinham se utilizando indevidamente da música. A canção estava sendo executada publicamente em rádios na versão da banda Aviões sem autorização, além de ter sido comercializada através da empresa Tray Services Tecnologia LTDA que se utilizou do refrão para compor o design de alguns de seus produtos. A empresa em questão também foi condenada neste processo .

Leia também: Solange Almeida e Xand Avião são investigados por lavagem de dinheiro

As empresas citadas na ação foram condenadas a indenizar os autores da música pelos danos morais causados, na quantia equivalente a R$ 50 mil para cada um deles, acrescida de juros e correção monetária, além dos danos materiais, que serão apurados em fase de liquidação de sentença.

Desde 2012, corre na Justiça outra ação dos Irmãos Arley e Alan contra Xand e os sócios da extinta banda. Desta vez, pela violação dos direitos autorais da música Só Se For Gelada . Segundo o cantor Allan Clistenes da Banda Diboa, neste primeiro processo a banda chegou a propor um acordo com os irmãos donos da música, mas nem isso fora cumprido.

"Eles nos propuseram participar do DVD de 10 anos de carreira deles, cantando a nossa música com eles. Na época, era até o André Marques na apresentação do DVD. Chegamos no local da gravação e já começamos a estranhar quando perguntamos sobre o ensaio e eles disseram que não precisaríamos ensaiar".

"Depois o Xand disse pra gente aguardá-los no camarim porque eles iriam atender a imprensa. Acabou que o show começou e a gente continuou no camarim. A primeira música foi a nossa Só Se For Gelada  e nós não estávamos lá pra cantar. Ainda tentamos subir ao palco, mas fomos barrados pelos seguranças. Fomos humilhados. Eles não tinham a nossa autorização para incluir a música no DVD e ainda vetaram nossa participação", contou.

Xand Avião arrow-options
Divulgação
Xand Avião

Leia também: Xand Avião revela que foi bloqueado no Instagram por Solange Almeida

Ainda segundo Allan, o DVD comemorativo " Aviões do Forró 10 Anos Ao Vivo" demorou a ser lançado por causa da edição que precisou cortar o trecho da música de autoria dos irmãos. É que depois de terem suas participações vetadas e o acordo descumprido, a batalha judicial continuou.