Tamanho do texto

Diretora e atriz chegou depois da hora prevista para exibição do filme e a demora prejudicou programação do festival; saiba mais detalhes

No último domingo (15), Bárbara Paz atrasou em uma hora a exibição de "Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou", no Cine Odeon, no Rio de Janeiro, marcado para às 19h00.

Leia também: Bárbara Paz sobre Hector Babenco: “Ele adora me ver dançar”

Bárbara Paz arrow-options
Reprodução Instagram
Bárbara Paz


Leia também: Filme de Bárbara Paz sobre Héctor Babenco ganha prêmio em Veneza

A demora de Bárbara Paz prejudicou toda a programação da noite do Festival do Rio e criou o maior climão entre os produtores, artistas convidados e o público. A atriz disse que foi o trânsito, mas todo mundo estranhou, já que se tratava de um fim de semana. A ordem era só começar o filme depois que ela chegasse.

Leia também: Bárbara Paz fala sobre caso João de Deus: "assustada, perplexa e indignada"

Diretora, Bárbara Paz também assinou a produção do filme ao lado de Myra Babenco, Caio Gullane e Fabiano Gullane, e a equipe acabou sendo premiada no Festival Internacional de Cinema de Veneza, em setembro. O longa, lançado agora no Festival do Rio , aborda a vida do cineasta Hector Babenco, que morreu em 2016, vítima de parada cardíaca.