Tamanho do texto

Novidades para os fãs do gênio paraibano e mais destaques em Bastidores

O centenário de Jackson do Pandeiro (31 de agosto de 1919 a 10 de julho de 1982), celebrado no último sábado (31) motivou a Sony Music a lançar nas plataformas digitais seis álbuns raros do cantor. A novidade faz parte de um processo longo e dedicado de digitalização de seu catálogo.

Leia também: Globo diminui espaço de Fernanda Gentil em programa idealizado para ela

Jackson do Pandeiro arrow-options
Divulgação/Sony Music
Capa de álbum de Jackson do Pandeiro que chega ao digital

Os álbuns disponibilizados são o compacto duplo “Nortista quatrocentão” (1958), no qual lançou o clássico Tum, tum, tum (“No tempo que eu era só/ E não tinha amor nenhum/ Meu coração batia mansinho/ Tum, tum tum”), um disco de 78 rpm (de duas faixas, gravado em 1959), com Lágrimas (um samba de sucesso no carnaval de 1960) e outro samba raro, De Araraê, além dos LPs “ Jackson do Pandeiro é sucesso” (1967), “O dono do forró” (1971), “Sina de cigarra” (1972) e “Tem mulher tô lá” (1973), dos quais a que entrou para a galeria de clássicos do artista foi a faixa-título do álbum de 72: “Nasci com uma sina de cigarra/ Aonde eu chegar tem farra”.

A Sony Music também elaborou  uma playlist especial para celebrar a vida e obra de Jackson do Pandeiro.

De rainha à imperatriz

Helen Mirren arrow-options
Divulgação/HBO
Helen Mirren em cena da nova minissérie da HBO

A HBO marcou para o dia 21 de outubro, uma segunda-feira, às 23h a estreia de “Catherine The Great”, minissérie em quatro episódios na qual Helen Mirren, que ganhou o Oscar por sua interpretação da rainha Elizabeth II no cinema, interpreta a poderosa imperatriz russa do século XVIII.

O drama  é ambientado na corte da imperatriz russa Catarina, a Grande ( Helen Mirren ), que exerceu o poder supremo na Rússia durante quase toda metade do século 18. A produção da HBO/Sky mostra Catarina já no final do seu reinado, durante sua aventura amorosa com Grigory Potemkin (Jason Clarke). Em meio a escândalos, intrigas e grandes conflitos, eles desenvolvem uma relação única, driblando seus adversários e trabalhando juntos como arquitetos da Rússia moderna por meio de uma série de reformas.

Leia também: Trunfo da Globoplay, "The Good Doctor" deixa de ser exclusivo e vai para a Sony

A nova cara da Tele Sena

Simon e  Simaria arrow-options
Divulgação/Tele Sena
Simone e Simaria estão por toda a parte

As irmãs Simone e Simaria , que se apresentaram no último domingo em Nova York como parte do festival Brazilian Day, parecem mesmo estar por toda parte. Tanto é que elas são as garotas propagandas da Tele Sena de primavera

Donas das picapes

Quando elas Tocam arrow-options
Divulgação/Canal BIS
Cena da série "Quando elas Tocam"

Estreia nesta terça-feira (3), no canal BIS, a série “Quando Elas Tocam”. Nomes conhecidos das pistas como Carol Emmerick, Eli Iwasa, Groove Delight, Marina Dias, Tamy Reis e Lilly Scott fazem parte dessa primeira temporada e mostram, ao longo de seis episódios, as suas rotinas, personalidades, e como se preparam para performances em clubs e festas.

No primeiro episódio que vai ao ar amanhã, a série exibe o dia-a-dia da DJ Marina Dias em São Paulo. Atuando há mais de 10 anos como DJ, Marina transita entre house, deep house, techno, eletro e músicas antigas. Na série ela conta ainda sobre a sua história, inspirações, trajetória no universo da música e da moda. Marina ficou conhecida internacionalmente como a primeira modelo tatuada.

Leia também: Documentário sobre a trajetória de Barry White estreia no Brasil

O programa vai ao ar todas as terças-feiras às 23h.