A última quinta-feira (25) foi especial para Projota, que lançou seu mais novo álbum, “Tributo aos Sonhadores I”. Com oito singles e dois clipes, o novo trabalho do rapper foi produzido por ele mesmo e, por isso, é ainda mais especial em sua vida. “É algo que remete a essência mais pura do meu trabalho, os trabalhos que eu fazia de forma independente, só que num outro momento, com outra bagagem e uma tecnologia melhor”, contou em entrevista ao iG .

Leia também: Rappers atribuem evolução e amadurecimento do gênero a sua vertente comercial

Projota
Reprodução/ Instagram
Projota

Projota produziu tudo no estúdio em que tem em casa, mas com o respaldo do produtor que esteve com ele em seus últimos trabalhos. “Está bem profundo, fala de vários pedaços de mim, momentos da minha vida são colocados ali, comentou ele.

Leia também: “Game of Thrones” fica menos sofisticada ao perder a referência dos livros

Projota
Reprodução/ Instagram
Projota

Entre as oito faixas, o cantor escolheu duas para fazer os clipes, Sei Lá e Celta Vermelho . A primeira é com participação do cantor Vitão e a segunda tem a presença de alguns de seus familiares. “ Celta Vermelho vem para falar da história do meu primeiro carro, eu tive que cantar 10 anos até conseguir meu Celtinha”, explicou. A canção ainda fala de como ele chegou até o Celta e como foi parar para o Covert, seu carro atual da mesma cor.

Projota e Vitão
Reprodução/ Instagram
Projota e Vitão

No clipe, o cantor contou a presença de um piloto de manobras que ficou girando com o carro em volta dele. “Fotograficamente ficou lindo. É bem interessante e deu uma adrenalina”.

Já sobre colocar seus familiares no clipe, ele conta que essa sempre foi sua vontade. “É uma música que fala sobre minha trajetória, o caminho que percorri até aqui e eles estivemos comigo nos momentos mais difíceis”, comentou ele. “Minha mulher hoje é tudo para mim, mudou meu rumo, fez eu gravar esse CD e sei que vai estar comigo”.

Depois do tal Celta vermelho, as coisas foram ficando cada vez melhores para ele, que classifica a gravação de seus dois DVDs anteriores, um deles independente, como os momentos mais marcantes de sua carreira. “As gravações do DVD são sempre muito especiais, reúne os fãs mais fervorosos”.

Thalles Cabral lança clipe em combate à transfobia

Clipe Olivia
Divulgação
Clipe Olivia

Na última quarta-feira (24), Thalles Cabral levantou um tema de tabu ao lançar o clipe Olivia . Com cenas fortes, o novo trabalho do cantor questiona a vida espetacularizada e inferiorizada de pessoas trans.

Tentando lutar contra a transfobia, Thalles falou sobre sua iniciativa: “Não falar sobre isso seria uma decisão muito fácil para mim, para evitar polêmica e outras questões. Mas não é como eu me relaciono com a arte. Sei dos meus privilégios e quero usar esse espaço pra falar de coisas importantes. Não é um problema que deve ser lidado apenas pelas pessoas trans, é um problema de todos nós enquanto cidadãos.”

Veja o clipe:


Sucesso de “Game of Thrones” na América Latina

Divulgação
"Game of Thrones"

Em sua última temporada, “ Game of Thrones ” é puro sucesso e está  batendo recordes de audiência no mundo todo.

Na América Latina, por exemplo, a produção é queridinha e registrou, desde que estreou sua 8ª temporada, mais de 30 milhões de streams por meio da HBO GO , HBO On Demand e de Vídeo On Demand (VOD) das operadoras de TV por assinatura.

Acessórios de “Game of Thrones” se destacam nas buscas

Divulgação
"Game of Thrones"

Não basta assistir! Fã que é fã também gosta de andar a caráter e não é à toa que a busca de roupas e acessórios que representam "Game of Thrones" da está em alta.

Um levantamento realizado pelo Cuponomia, portal que reúne ofertas e cupons de desconto do e-commerce, indica que neste mês de abril, a procura online por camisetas da série aumentou até 105%, entre os usuários brasileiros, em comparação com o mês passado.

As buscas vão além de camisetas. As canecas personalizadas, por exemplo, também aumentou o volume de interesse após o lançamento da nova temporada, com um aumento de, aproximadamente, 200% nas buscas do e-commerce.

Andréa Bescond e Éric Métayer no Festival Varilux

Andréa Bescond e Éric Métayer
Divulgação
Andréa Bescond e Éric Métayer

Em junho, o casal Andréa Bescond e Éric Métayer desembarca no Brasil para o Festival Varilux de Cinema Francês, para apresentar “Inocência Roubada”, longa baseado na infância da diretora que foi abusada sexualmente por um amigo dos pais quando era criança.

O título em questão trata de forma leve um assunto terrivelmente pesado, além de abordar a força de seguir a vida após um trauma como este. Um relato alerta sobre a resiliência e a alegria de viver apesar de tudo.

“Inocência Roubada”, que já foi visto por cerca de 220 mil pessoas na França, é um trabalho de roteiro e direção feito pelo casal de atores, em 2017. A trama integrou a seleção do Festival de Cannes em 2018 na categoria Un Certain Regard e garantiu dois prêmios César em 2019 nas categorias Melhor Adaptação e Melhor Atriz Coadjuvante (Karin Viard).

Inspirações de Projota

Projota
Reprodução/ Instagram
Projota

É difícil para o rapper escolher suas músicas preferidas tanto do novo álbum quanto da carreira, porque ele vai “trocando de preferidas” conforme o tempo vai passando. Tanto é, que ele acaba deixando algumas canções de lado em seus shows. “Se eu parar de gostar, eu parar de cantar no show”, comentou. “Eu tenho uma carreira longa, então naturalmente tem música que enjoa, eu sinto que o tempo passou, o público não reage na melhor maneira, não tem aquela energia e as músicas vão saindo”.

Ao contrário disso, A Rezadeira , um dos grandes sucessos do rapper parece não enjoar nunca e, desde 2011 ela é cantada. “Se eu não cantar, vão tacar tomate (risos). É muito querida”.

Projota
Reprodução/ Instagram
Projota

Leia também: Cultura pop na veia! "GoT" e "Vingadores" pautam fim de semana mais geek de 2019

Mas e a inspiração para tanta música de sucesso ao longo de tanto tempo? “A própria vida”, diz ele. “Poder falar de vida, de sonhos, crenças e dos problemas que enfrentei para estar aqui agora, e seu sei que meu público está enfrentando também e eu tenho a oportunidade de passar para eles uma boa energia, poder falar o que coloca um sorriso ou uma lágrima em uma pessoa, que emociona ou sorri”, finalizou Projota .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários