Tamanho do texto

Estreia de clássico da Broadway em São Paulo, mostra de cinema pelo Brasil e Museu Nacional são destaques da coluna Bastidores neste sábado (8)

Depois de um longo processo de audições – que rodou o Brasil para favorecer meninas de todas as regiões do país – chega aos palcos do Teatro Santander, em São Paulo, o espetáculo “Annie, o musical”, protagonizado por atrizes que são mirins, mas possuem talento e técnica de profissionais. A direção do espetáculo é de Miguel Falabella e, realizando um sonho de infância, Ingrid Guimarães faz sua estreia no gênero: “Musical é um susto, tudo se mexe”.

Clássico da Broadway,
Divulgação
Clássico da Broadway, "Annie, o musical", estreia em São Paulo sob a direção de Miguel Falabella

Logo no final de semana de estreia, “ Annie, o musical ”, já contou com ingressos esgotados e a temporada promete ser de um sucesso, porém dificilmente será prorrogada porque uma onda de novos musicais já está programada para estrear no ano que vem – como “Billy Elliot” e “Escola do Rock”.

Leia também: Grandiosa montagem de "Peter Pan" traz voo, magia e encantamento para os palcos

A estrutura de “Annie, o musical”

Para colocar a mega produção nos palcos, foi preciso quatro anos de planejamento. A versão não pode sofrer nenhuma alteração e é extremamente fiel a da Broadway. “É um clássico, feito de um jeito clássico”, ressalta Falabella.

A trama, inspirada nos quadrinhos “Little Orphan Annie” (A Pequena Órfã Annie), de Harold Gray, conta a história de Annie, uma esperta menina de 11 anos que tenta fugir do orfanato – comandado pela divertida e alcoólatra senhora Hannigan (Ingrid). Na fuga, a menina ruiva adota um cachorro, Sandy, mas é levada de volta para o orfanato e acaba sendo convidada para passar o Natal na casa do bilionário Oliver Warbucks (Miguel Fallabela).

As meninas escolhidas para encararem o personagem título foram Luiza Gattai, Maria Clara de Rosis e Sienna Belle. O elenco também conta com grandes nomes dos musicais, como Sara Sarres e Cleto Bacic, que também é produtor do espetáculo e presidente do Atelier de Cultura. 

*Com reportagem de William Amorim

Memória na TV

Equipe da série
Divulgação
Equipe da série "Santos Dumont – Mais leve que o ar" da HBO gravaram no Museu Nacional pouco antes do incêndio

A HBO gravou cenas de sua nova série, está trabalhando na produção “Santos Dumont – Mais leve que o ar”, no Museu Nacional. A produção conta a história do aeronauta até a invenção da aviação. Dividida em duas partes, a primeira fase da série foi gravada no Rio de Janeiro, em Petrópolis, na casa onde o aviador morou, no Museu Nacional e por último, em uma fazenda no Alto da Boa Vista.

João Pedro Zappa, que vive o aviador na produção, publicou uma imagem da equipe em frente ao Museu e lamentou o ocorrido.

Leia também: Calendário de séries nacionais tem novidades na Netflix, HBO, TNT e Globo

Overdose de funk

O tema do próximo “Música Boa Ao Vivo” do Multishow é funk. A cantora e apresentadora Iza tem a companhia de Dennis DJ e os MC’s Kekel, G15, Marcinho e Sapão. O episódio vai ao ar nesta terça-feira (11).

Mombojó de volta

Mombojó se prepara para lançar sexto disco da carreira de maneira inusitada: liberando um single por vez
Divulgação
Mombojó se prepara para lançar sexto disco da carreira de maneira inusitada: liberando um single por vez

A banda pernambucana Mombojó está planejando um lançamento diferente para seu novo disco. O projeto, chamado “MMBJ 12”, vai ser lançado aos poucos, conforme as músicas são compostas. Feito entre a casa, a estrada e a internet, o disco terá uma música lançada por vez e, quando completar 12 faixas, formará o novo trabalho.

Neste processo, a banda busca novas parcerias artísticas e o reencontro com parceiros já conhecidos. Enquanto cria e produz seu novo trabalho, o Mombojó aproveita para fazer shows apresentando as novas músicas e revivendo os discos já lançados. 

 Formado no começo dos anos 2000 em Recife, o Mombojó teve a oportunidade de conhecer diversos lados do mercado da música ao longo de seus 17 anos de carreira, tendo lançado discos por gravadoras grandes, médias e também de forma totalmente independente, somando cinco discos.

A mais pedida

Evidências tomou uma rasteira e, até agora, Não Deixe o Samba Morrer é a música mais cantada em karaokês no Brasil. A faixa de Alcione já tocou mais de 1200 vezes, de acordo com pesquisa realizada em seis estados participantes do Campeonato Mundial de Karaokê.

Cinema

O Sesc selecionou 34 filmes para compor a Mostra Sesc de Cinema 2018. Os 27 curtas e sete longas serão exibidos em todo o país e dividirão um prêmio total de R$ 533 mil (R$ 13 mil para os curtas e R$ 26 mil para os longas).

"O objetivo é incentivar e promover a difusão da produção cinematográfica brasileira que não chega ao circuito comercial de exibição", destaca Marco Aurélio Fialho, analista de cultura do Departamento Nacional do Sesc. Na Mostra, todas as cinco regiões do país estão representadas na programação, que inclui: "Lamparina da Aurora" (MA), uma ficção experimental sobre o tempo protagonizado por um casal de idosos; "Escolas em Luta" (SP), documentário atual que mostra o poder das redes sociais e aplicativos para o início de uma revolução estudantil e "O Sol Nasceu Para Todos" (DF), filme que retrata a história de uma das maiores favelas da América Latina, com um olhar da própria comunidade, como lugar de resistência, solidariedade e de preservação cultural.

Mais musicais

Espetáculo “Menopausa – O Musical” engata temporada em São Paulo
Divulgação
Espetáculo “Menopausa – O Musical” engata temporada em São Paulo

No teatro, não é só “ Annie – o Musical ” que está agitando a agenda paulistana. A peça “Menopausa” mostra a visão de uma atriz, uma hippie, uma executiva e uma dona de casa do interior sobre essa conturbada fase da vida da mulher. O espetáculo está em cartaz no Teatro Gazeta, em São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.