Tamanho do texto

A programação de séries tem boas promessas, incluindo série da lava-Jato com Selton Mello e sobre prostituição estrelada por Fiorella Mattheis

Esse ano tem tudo para ser um divisor de águas para as séries nacionais. O produto, que ainda não conseguiu seu lugar na dramaturgia nacional, segue apresentando novidades e em 2018 alcança o ápice, com produções inéditas no streaming , na televisão aberta e fechada.

Leia também: Globo mira Netflix com "Assédio", série polêmica sobre médico estuprador

Divulgação
"O Mecanismo" é uma das maiores apostas entre as séries nacionais. produção estreia em março na Netflix

Globo , TNT , Netflix, HBO e Space estão com projetos prontos ou em fase de produção. Uma das séries nacionais mais aguardadas é “O Mecanismo ”, da Netflix . Depois de uma temporada média de “3%”, o streaming vai retratar a operação Lava-Jato sob o olhar de José Padilha. Estrelada por Selton Mello, a série estreia dia 23 de março na plataforma.

Leia também: Criticada por ser diferente, "3%" investe na alegoria política com propriedade

Ainda no streaming, outro lançamento está planejado para esse ano, mas voltado para a família. Ainda sem data de estreia, “ Samantha ” trará Emanuelle Araújo e Douglas Silva como protagonistas.

Temática

As tramas, no geral, buscam temas bem brasileiros e traçam um panorama nacional por diversos ângulos. Isso não significa que eles não sejam distintos. Tem ficção, biografia, drama, comédia e tudo misturado. Além da Netflix, outros dois canais apostam em séries inspiradas em fatos reais. A Globo, por exemplo, trabalha em “ Assédio ”, baseada na história do médico Roger Abdelmassih, que estuprou diversas pacientes em atendimento. Para competir no streaming, “Assédio” deverá ser lançada apenas na plataforma on-line da emissora, o Globo Play.

Ainda em março estreia também “ Rua Augusta ”, primeira produção nacional desenvolvida pela TNT. A estreia já acontece na próxima quinta-feira com episódio duplo. A série mostra a vida de Mika (Fiorella Mattheis), que ganha a vida dançando na Boate Love e se divertindo na balada Hell, localizada na icônica Rua Augusta, da capital paulista. As casas noturnas são o cenário central e se unem ao submundo das drogas, prostituição e diversão a qualquer custo, onde Mika encontrou seu refúgio e construiu uma vida, deixando para trás um passado pouco conhecido.

Divulgação
"Rua Augusta" é a primeira série nacional da TNT. Com FIorella Mattheis, a produção estreia na próxima quinta (15)

A Fox , que já aposta em produções nacionais como “Me Chame de Bruna”, lançará em 2018 "Ouro Branco", com histórias da guerra contra o narcotráfico no Rio de Janeiro na década de 1990. A série começou a ser gravada no final de 2017 e tem André Gonçalves, Fernanda Machado e Sérgio Malheiros no elenco. O fio condutor da história é Evandro (Raphael Logam) que busca vingança depois que seu irmão é morto no meio de uma negociação entre exército e traficantes.

Futuro

Outros projetos em andamento incluem duas biografias. A HBO prepara uma série sobre o aviador Santos Dumont, que vai se revezar entre a vida de Dumont em Ribeirão Preto (SP) e em Paris, onde aconteceu o primeiro voo do 14 Bis. Ainda sem data de estreia, “ Santos=Dumont ” será falada em português, inglês e francês.

Já o Space aposta no esporte, contando a história do lutador Popó e sua difícil relação com o irmão Luis Cláudio.  “Os Irmãos Freitas” está em produção e irá ao ar em 2019, com Daniel Rocha no papel de Popó.

Enquanto isso nas novelas

Adriana Esteves e Deborah Secco estão de volta em
Divulgação
Adriana Esteves e Deborah Secco estão de volta em "Segundo Sol", ambas como vilãs

A Globo se prepara para o lançamento da sucessora de “O Outro Lado do Paraíso”. “ Segundo Sol ” vai entrar no horário nobre depois da novela de Walcyr Carrasco, e a emissora liberou a sinopse oficial do novo folhetim, que terá Emílio Dantas e Giovanna Antonelli nos papeis principais.

Escrita por João Emanuel Carneiro, a novela contará a história de Luzia (Giovanna Antonelli), mulher simples e batalhadora que terá sua vida virada do avesso após se apaixonar por Beto Falcão (Emilio Dantas). Ele, um famoso cantor de axé em decadência, vê sua carreira decolar novamente depois da notícia de sua suposta morte.

A novela marcará o retorno de Deborah Secco ao horário nobre, no papel da vilã Karola. Adriana Esteves , Vladimir Brichta, Arlete Salles, José de Abreu, Francisco Cuoco, Fabiula Nascimento, Chay Suede e Leticia Colin completam o elenco.

Clooney na TV

George Clooney entra para a crescente lista de atores que está incluindo em seu currículo trabalhos na televisão. Ele fará uma minissérie para o serviço de streaming Hulu chamada “Catch-22”, adaptação do filme de 1970 de mesmo nome.

Também confirmado no elenco está o ator Christopher Abbott, mais conhecido por seu trabalho na série Girls. No filme original, a história gira em torno de um homem que está tentando ser diagnosticado com problemas mentais para não participar da Segunda Guerra Mundial.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre as 14 séries nacionais da HBO

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.