Tamanho do texto

Entrevista com diretor de filme, novidades do mundo da música, destaques da televisão e mais são destaque da coluna Bastidores desta quinta (28)

Uma das boas estreias do cinema nacional neste fim de semana, “Berenice Procura” coloca sua protagonista vivida por Claudia Abreu em uma jornada de autoconhecimento. Ela vive um casamento infeliz com o personagem de Eduardo Moscovis e não conhece exatamente as demandas e angustias de seu filho. A jornada de Berenice acontece em meio ao assassinato de uma transexual que desperta o interesse de todos os membros da família.

Claudia Abreu em cena de Berenice Procura, filme que estreia nesta quinta-feira (28) nos cinemas brasileiros
Divulgação
Claudia Abreu em cena de Berenice Procura, filme que estreia nesta quinta-feira (28) nos cinemas brasileiros

Leia também: Filme de AnaVitória estreia em agosto nos cinemas; veja o trailer

A coluna bateu um papo com o diretor de “ Berenice Procura ”. Allan Fiterman conta que sua experiência como fotógrafo preponderou na realização do filme. Daí o fato dele ser extremamente contemplativo.

O filme é adaptado do romance homônimo de Luiz Alfredo Garcia-Roza , mas Fiterman admite ter mudado muita coisa. Principalmente na maneira como a transexualidade é retratada. “Eu resolvi trazer um pouco mais para a atualidade”, relembra. “O filme foi transformador para mim porque eu era ignorante até para as nomenclaturas desse universo. Pessoas cis, etc. Eu não tenho dúvida de que essas meninas se identificam com outro gênero do que elas nasceram”.

O diretor conta que investiu em uma dinâmica agressiva para extrair a verdade da interpretações de seus atores. “A gente foi trabalhando com atores e não atores. Gente que não tinha experiência em TV, tudo foi parte de uma construção colaborativa. As vezes eu chegava com os roteiristas e lançava o desafio: ‘como seria a última trepada de um casal que não trepa mais? Fomos descobrindo coisas como essa nos ensaios também”.

Ainda que obedeça a lógica de thriller, “Berenice Procura” se resolve como uma desconstrução da família heteronormativa. “Há um desamor absurdo naquela família”, observa Fiterman pouco antes de estabelecer uma comparação com a outra família de seu filme, do tipo que foi se construindo às margens da sociedade.

Leia também: Família amaldiçoada é a raiz de todo o terror que emana de "Hereditário"

Fiterman faz um thriller de relevância social e isso não é encontrado tão facilmente no cinema. “Eu não tenho a pretensão de fazer um filme maior do que eu estou fazendo”, observa Fiterman sobre o tipo de cinema que pretende fazer. Um comentário que também reconhece a extrema dificuldade logística e orçamentaria que é fazer um filme ver a luz do dia no Brasil. [ continua]

Teatro nas telinhas

Divulgação
"Teatro no Ato" traz grandes peças para as telinhas

Neste domingo (01) o canal Arte 1 estreia às 22h a série “Teatro no Ato”. Com oito episódios e direção e apresentação do dramaturgo João Falcão, a atração destacará uma peça de teatro diferente em cada episódio. Por meio da leitura e interpretação de textos de autores e teatrólogos fundamentais, a série busca representar movimentos artísticos, estéticos e estilísticos que marcaram a história do teatro.

O primeiro episódio traz um clássico dos palcos, “Romeu e Julieta” de William Shakespeare. Já os próximos domingos terão “Assim é (se lhe parece) de Luigi Pirandello, “A Ver Estrelas” de João Falcão, “Vestido de Noiva”, de Nelson Rodrigues, “O Burguês Ridículo” de Molière, “Édipo Rei”, de Sófocles, “O Auto da Compadecida”, de Ariano Suassana e “A Dona da História”, também de João Falcão.

As reprises do programa acontecem todas às segundas às 22h30, às terças às 23h30, às quintas às 19h e também às sextas às 14h.

Leia também: HBO tenta repetir sucesso de "Big Little Lies" com minissérie "Sharp Objects"

Tiro porrada e bomba!

Jhenny Andrade busca bicampeonato
Divulgação
Jhenny Andrade busca bicampeonato

Na próxima terça-feira (03), acontece em Las Vegas, nos Estados Unidos, o prêmio World MMA Awards e, nesta edição, a modelo e apresentadora Jhenny Andrade irá representar o Brasil mais uma vez na premiação.

A musa já havia ganhado o Oscar de Ring Girl do Mundo e esta entre as cinco melhores do mundo que participa do evento nos Estados Unidos. Agora, ela busca o bicampeonato. “Foi uma das melhores notícias para mim. Fico muito feliz em estar mais uma vez na premiação”, comemora Jhenny.

É Gol!

Jorge Ben Jor lança música em clima de copa
Divulgação
Jorge Ben Jor lança música em clima de copa

Em clima de Copa do Mundo, o cantor dono do hit Filho Maravilha lança agora em 2018 outra música com o tema de futebol pelo Facebook em parceria com a Claro Música mostrando que o Brasil já é hexa!

Mete Goal é a segunda música inédita do cantor lançada neste ano e tem uma ação de lançamento que conta com um efeito inovador de câmera no Facebook que aplica no espectador uma máscara de torcedor e o convida a gritar “Mete Goal”.

Alguns dos vídeos postados com a #metegoal farão parte de um videoclipe residual que será postado nas redes do artista em meados de julho.

Leia também: Repórter da Globo abordado por mulheres nos EUA comenta polêmica com brasileiros


Presente aos paulistas

Samuel Rosa faz show-surpresa em São Paulo
Divulgação
Samuel Rosa faz show-surpresa em São Paulo

Poderia ser mais um fim de expediente comum para os paulistas, mas em um dos edifícios comerciais da Avenida Faria Lima, o cantor Samuel Rosa resolveu aparecer para realizar um show-surpresa na última terça-feira (26) .

A intervenção aconteceu às 18h30, no vão livre do prédio Pátio Victor Malzoni, mais conhecido como “vão do Google”.

Fui convidado a celebrar os 110 anos do Striding Man, o ícone de JOHNNIE WALKER, essa figura que inspira o mundo todo a seguir em frente depois das adversidades. Achei muito divertida a ideia de fazer um show na rua e surpreender o público que não esperava por isso”, conta Samuel Rosa.

+ de “Berenice Procura”

Valentina Sampaio estrela em filme
Reprodução
Valentina Sampaio estrela em filme "Berenice Procura"

A protagonista formal de “ Berenice Procura ” pode até ser Claudia Abreu, mas quem rouba a cena é a modelo e atriz Valentina Sampaio. Em um dos raros casos em que uma atriz transgênero interpreta um personagem transgênero no cinema nacional. A beleza acachapante de Valentina, que já estampou a capa da Vogue e foi descoberta por Fiterman na pequena Aquiraz no Ceará, mesmeriza e catalisa toda a convulsão emocional que se dá no filme.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.