Jô Soares
Reprodução
Jô Soares

A Globo anunciou uma maratona de homenagens para Jô Soares, ator e apresentador que morreu na madrugada nesta sexta-feira (5), aos 84 anos. A emissora vai exibir diversos programas relacionados ao artista hoje e amanhã.


Nesta sexta-feira (5), vai ao ar, depois do "Globo Repórter", um episódio do "Viva o Gordo", humorístico produzido pela emissora na década de 80. Composto por quadros fixos e esquetes criadas por Jô Soares e Max Nunes, o programa ironizava a política e os costumes do país e trouxe mais de 300 personagens ao longo dos seis anos de existência.


Os tipos eram vividos pelo artista e elenco, além da participação de convidados especiais. Foi no programa que Jô criou o famoso bordão "Um beijo do Gordo!". Ainda na sexta, Pedro Bial também presta homenagem a Jô, que foi o convidado de dois programas do "Conversa com Bial" nos meses de novembro de 2017 e 2018. A Bial, Jô revela detalhes emocionantes da vida pessoal e projetos.

No sábado (6), as homenagens continuam. No "É de Casa", Fábio Porchat, que tinha uma relação especial com Jô Soares, participa do matinal e relembra o momento em que foi chamado na plateia para apresentar um esquete de humor no "Programa do Jô", em 2002, quando ainda era um estudante de administração, dando início para a carreira como humorista. O programa exibe ainda declaração de Ana Maria Braga e Pedro Bial.

No "Altas Horas", exibido após "Pantanal", Serginho Groisman dedica um momento do programa ao apresentador e amigo, relembrando encontros dos dois em programas da TV Globo: a ida ao talk show de Jô, e a participação de Jô no "Altas Horas", há alguns anos, levando ao palco o bom humor e carisma de sempre.

Na sequência, o "Supercine" exibe "Xangô de Baker Street", baseado no romance best seller de Jô Soares. O elenco do longa, lançado em 2001 e dirigido por Miguel Faria Jr., traz nomes como Joaquim de Almeida, Claudia Abreu, Marcello Antony, Marco Nanini, Caco Ciocler, Leticia Sabatella, Maria de Medeiros e o próprio Jô Soares no papel de um desembargador. A história de comédia e mistério trata de uma fictícia viagem ao Rio de Janeiro, em 1886, do famoso detetive inglês Sherlock Holmes, personagem de Conan Doyle. Ele tenta solucionar o misterioso roubo de um violino stradivarius, ao mesmo tempo em que procura descobrir a identidade de um assassino em série que já eliminou várias mulheres.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários