Johnny Depp e Amber Heard em julgamento
Twitter/Reprodução - 20.04.2022
Johnny Depp e Amber Heard em julgamento


A juíza Penny Azcarate rejeitou, nesta terça-feira, um pedido da equipe jurídica de Amber Heard para que o processo de Johnny Depp contra ela fosse descartado. Segundo a magistrada, os advogados do ator apresentaram provas suficientes para manter o caso em andamento. Depp entrou com uma ação contra a atriz por difamação no valor de US $ 50 milhões por causa de um artigo sobre violência doméstica e abuso sexual que ela escreveu em 2018 no "Washington Post", ainda que não tenha citado o nome do ex-marido.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Azcarate disse que havia “evidências de que os jurados podiam avaliar que as declarações eram sobre o autor, que as declarações foram publicadas e que a declaração era falsa, e que o réu fez a declaração sabendo que era falsa ou que o réu a fez assim. de forma imprudente a ponto de equivaler a um desrespeito voluntário pela verdade. O peso dessa evidência depende dos pesquisadores”.


— Depois do artigo, foi impossível conseguir um filme de estúdio para ele — contou Jack Whigham, agente de Depp desde 2016, no tribunal de Fairfax, na Virgínia, EUA, nesta segunda-feira, destacando ainda que um acordo havia sido fechado com a Disney para que o ator voltasse a interpretar Jack Sparrow no sexto filme de "Piratas do Caribe". — Fechamos em US $ 22,5 milhões.

Leia Também

Segundo o agente de Depp, a Disney teria decidido seguir por "uma direção diferente" após a publicação do artigo de Amber em dezembro de 2018, no qual ela se descreveu como "uma figura pública que representa a violência doméstica".

Questionado pelos advogados de Amber, Whigham disse que o acordo com a Disney sobre a compensação de Depp por um novo filme "Piratas do Caribe" foi verbal.

— Houve um entendimento sobre qual seria o acordo.

O depoimento de Travis McGivern, membro da equipe de segurança de Depp, também repercutiu na imprensa internacional. Ele disse que presenciou uma discussão entre o ex-casal em Los Angeles, durante a qual Amber teria dado um soco no rosto de Depp, lançado uma lata de bebida e cuspido nele.

O guarda-costas disse que escoltou Depp, "para a sua segurança".

— Era hora de fazer o meu trabalho e tirá-lo de lá.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários