Felipe Neto se dispõe a ajudar vítimas de censura
Reprodução/Instagram
Felipe Neto se dispõe a ajudar vítimas de censura

Com a recente polêmica envolvendo a proibição do TSE sobre artistas se manifestarem contra o atual governo,  a pedido do partido de Jair Bolsonaro, após Pabllo Vittar erguer uma bandeira de Lula durante um show no festival Lollapalooza, Felipe Neto veio a público, por meio de suas redes sociais, neste domingo (27), para oferecer ajuda com defesa.

O youtuber e empresário apresentou o movimento “Cala Boca Já Morreu” , que promete ajudar com a defesa, caso alguém venha a ser condenado por expressar suas opiniões políticas.

“Artistas no Lolla, muitos não podem lidar com perseguição do governo. Caso sejam perseguidos por se posicionarem, nosso movimento Cala Boca Já Morreu se dispõe a ajudá-los com a defesa”, escreveu.

Felipe Neto continuou afirmando que, caso alguém precise, ele mesmo ajuda a pagar a multa, que é ilegal. Em seguida, o youtuber apresenta o movimento que visa ajudar artistas e outras vítimas de censura por parte do governo.

“A frente Cala Boca Já Morreu foi criada para proteger pessoas que sofrem perseguição e silenciamento por se expressarem contra autoridades públicas, eleitas pelo próprio povo. Já defendemos inúmeros casos e nos orgulhamos muito da nossa luta. Conheçam!”, completou.

Acompanhe o iG Gente também pelo Telegram!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários