Carlos Alberto de Nóbrega
Leonardo Nones/SBT
Carlos Alberto de Nóbrega

Por quatro meses, a pandemia do novo coronavírus (Sars-coV-2) impediu Carlos Alberto de Nóbrega de sentar no banco do " A Praça É Nossa ". Aos 84 anos, o apresentador do SBT deu um jeito de levar seu programa ao ar novamente, mesmo que impossibilitado de gravar quadros inéditos. 

Do quintal de sua casa, na Grande São Paulo, Carlos Alberto de Nóbrega  relembra os episódios mais hilários do programa que ele comanda na emissora há 33 anos. Antes de cada bloco da reprise, ele faz o que sabe melhor: conta histórias para envolver os convidados.

“Esse banco que eu uso em casa é o primeiro do programa. Ele está aqui porque uma vez houve um problema e achei que eu ia sair do SBT . Aí pus o banco numa Kombi e trouxe para minha casa. Depois ficou tudo bem, mas aí eu não ia devolver o banco. Fizeram outro e ficou assim. Hoje, faço a abertura nesse banco histórico”, declarou Carlos Alberto, em entrevista ao  F5 .

O apresentador voltou ao ar em 9 de julho, após ter as gravações suspensas em março. Hoje, em tempos de pandemia , é ele quem escolhe o que vai ao ar. “É tudo no ‘olhômetro’. Me dedico muito ao programa, escrevo alguns quadros, constantemente gravo e edito, então tenho tudo na mão e na cabeça. Pego o arquivo e fico vendo, ai escolhemos os melhores do ano”.

Depois de escolher o que vai ao ar, o apresentador recebe uma equipe enxuta em sua casa para gravar a abertura de cada bloco. “[O programa] É gravado com o mínimo necessário de pessoas e tomando todos os cuidados. Todos usam máscara e passamos um spray em tudo. Só chega perto de mim quando é para colocar o microfone na minha lapela”.

O artista conta, ainda, que sente falta do estúdio. Ele até tentou fazer o programa na parte externa da emissora, mas a proposta foi vetada. “Fiquei numa tristeza. Voltei para o sitio, estava mal e chorava muito. Até hoje eu faço televisão, estou sofrendo por não ter condições de trabalhar. Mas foi aí que tive a ideia de trazer o programa de volta com as reprises, dando um toque especial com alguma história bacana antes de cada bloco começar”, pontuou Carlos Alberto de Nóbrega .

    Veja Também

      Mostrar mais