Betty Faria foi a convidada do "Conversa com Bial" da última terça-feira (14) e, assim como outras entrevistas do programa , a dela deu o que falar. A atriz relembrou que interpretaria a viúva Porcina de "Roque Santeiro" na versão da novela que foi censurada pela ditadura militar em 1975. Porém, quando a Globo decidiu fazer um remake da trama nos anos 80, a artista recusou o papel. 

Betty Faria
Reprodução/Instagram/TV Globo
Betty Faria fala de Vivúva Porcina

"Eu odiava a viúva Porcina, eu achava ela de quinta, era uma pessoa detestável, ela hoje estaria naquele grupo que fica lá na frente do Palácio da Alvorada, de bandeira, eu tinha implicância com ela", contou Betty. A fala repercutiu justamente por que quem acabou interpretando a personagem foi a atriz e ex-secretaria da Cultura Regina Duarte


Além de comentar sobre o papel, Betty criticou a maneira como o governo atual está lidando com o setor cultural. "Um país sem cultura é uma caixa de papelão", ela falou e lembrou que durante o isolamento social o que as pessoas estão fazendo mais é consumir cultura dentro de casa. A global ainda disse que não reconhece o Brasil hoje em dia, pelo fato de o país estar muito dividido politicamente.

    Veja Também

      Mostrar mais